Em meio a críticas, Raniel garantiu 11 pontos ao Vasco na Série B





Curta nossa página e saiba de tudo sobre o Vasco!

Entre no grupo de whatsapp da CENTRAL DO VASCO, SOMENTE NOTÍCIAS, SEM CONVERSAS!CLIQUE AQUI!

Raniel talvez não seja dos jogadores que mais gozam de prestígio com a torcida, mas certamente já tem seu nome marcado na campanha do Vasco na Série B em 2022.

Um dos protagonistas da confusão contra o Sport na Ilha do Retiro – foi denunciado pela procuradoria do STJD e pode pegar até seis jogos de gancho -, ele é o artilheiro do time na temporada, com 16 gols, e também é o goleador do clube na competição, com dez. Além disso, garantiu pontos importantes na luta pelo acesso. Neste domingo, no empate por 1 a 1 no Recife, não foi diferente. O camisa 9 marcou em cobrança de pênalti e assegurou um ponto – além de evitar que o rival direto somasse dois.

Raniel tem 16 gols na temporada, dez deles na Série B — Foto: Daniel Ramalho / Vasco

Raniel tem 16 gols na temporada, dez deles na Série B — Foto: Daniel Ramalho / Vasco

De acordo com levantamento do Espião Estatístico, sete dos dez gols marcados por Raniel na Série B foram decisivos. O atacante garantiu pelo menos 11 pontos ao clube com seus gols (veja a lista abaixo).

Gols decisivos de Raniel na Série B *

  • Gol no empate com CRB (2ª rodada) – Vasco perdia por 1 a 0, e o gol garantiu 1 ponto.
  • Gol na vitória sobre a Ponte Preta (4ª rodada) – Vasco empatava por 0 a 0, e o gol garantiu 2 pontos.
  • Gol na vitória sobre o Londrina (13ª rodada) – Vasco empatava por 0 a 0, e o gol garantiu 2 pontos.
  • Gol na vitória sobre o Criciúma (17ª rodada) – Vasco empatava por 0 a 0, e o gol garantiu 2 pontos.
  • Gol no empate com Ituano (19ª rodada) – Vasco perdia por 1 a 0, e o gol garantiu 1 ponto.
  • Gol na vitória sobre o Náutico (30ª rodada) – Vasco empatava por 0 a 0, e o gol garantiu 2 pontos.
  • Gol contra o Sport (35ª rodada) – Vasco perdia por 1 a 0, e o gol garantiu 1 ponto.

 

* Quando o Vasco empatava ou perdia por um gol de diferença





Relação de amor e ódio

 

Aos 49 min do 2º tempo - gol de pênalti de Raniel do Vasco contra o Sport

Aos 49 min do 2º tempo – gol de pênalti de Raniel do Vasco contra o Sport

Raniel foi bem no Campeonato Carioca, quando recebeu o apelido de Dinossauro, marcou gols e ganhou música nas redes sociais e nas arquibancadas. Ao longo da Série B, no entanto, perdeu prestígio e a titularidade em algumas oportunidades. As maiores críticas são referentes aos gols perdidos e ao fato de supostamente deixar o time mais pesado.

Ele recuperou a posição com a chegada de Jorginho, mas não o prestígio com a torcida. Raniel foi vaiado e xingado em São Januário ao perder gols importantes no empate com Londrina. Apesar dos elogios do treinador, foi para o banco após o jogo contra o Operário.

– Conversei com o Raniel, que é um cara importantíssimo para o Vasco e vai continuar sendo importante. Mas optei por essa mudança – justificou Jorginho, após a vitória sobre o Novorizontino.

O treinador tinha razão. Embora não tivesse mais a confiança da torcida, Jorginho apostou em Raniel no segundo tempo contra o Sport. O atacante, inclusive, perdeu a bola que originou o gol do Sport. As críticas, como de costume, ecoaram nas redes sociais, mas coube ao camisa 9 marcar o gol de empate. Em cobrança de pênalti, é verdade, mas poucos teriam a frieza de cobrar tão bem, nos acréscimos, em jogo decisivo. Não é por acaso que Raniel é chamado de “Homem de Gelo” pelos companheiros no Vasco.

Polêmica na Ilha do Retiro

 

Comemoração de Raniel em direção à torcida do Sport — Foto: Aldo Carneiro/Pernambuco Press

Comemoração de Raniel em direção à torcida do Sport — Foto: Aldo Carneiro/Pernambuco Press

O gol de empate já seria motivo para Raniel dominar as manchetes nesta segunda, mas ele foi tema dos debates esportivos por outro feito. Ao comemorar o gol, Raniel tirou a camisa, correu para a torcida do Sport e provocou, com as mãos no ouvido, os pernambucanos.

O gesto foi o estopim para que algumas pessoas invadissem o campo para tentar agredir os jogadores do Vasco. No meio da confusão, algumas pessoas ficaram feridas, a partida foi interrompida e não foi retomada por decisão do árbitro Raphael Claus, que entendeu que não havia segurança para a prática do futebol.

Em entrevista ao UOL, Raniel justificou a comemoração e lamentou o ocorrido.

– Sempre que joguei na Ilha recebi muitas provocações. E ontem não foi diferente. Me chamaram de noiado, de drogado e de traficante. Me senti mal por ter sido, querendo ou não, o pivô desse acontecido. Mas fui o pivô de forma injusta, né? Só por eu ter comemorado o gol. Fiz o gol, comemorei o gol. E fui tratado como marginal por isso, tentaram invadir o vestiário por conta disso… Tomou uma proporção que não deveria tomar – lamentou.

Por conta da confusão, Raniel foi expulso contra o Sport. A procuradoria do STJD também denunciou o atacante, que pode pegar de dois a seis jogos de suspensão.

Fonte: GE







Você pode gostar...