Vasco venceu após todas as trocas de treinador na temporada





Curta nossa página e saiba de tudo sobre o Vasco!

Entre no grupo de whatsapp da CENTRAL DO VASCO, SOMENTE NOTÍCIAS, SEM CONVERSAS!CLIQUE AQUI!

Se o desafio contra o Grêmio, em Porto Alegre, é enorme, o torcedor vascaíno pode se apegar ao retrospecto favorável na temporada. O time carioca venceu após todas as trocas de técnicos em 2022. E não foram poucas. Quarto treinador do ano, Jorginho estreia no domingo.

Zé Ricardo, Emílio Faro (duas vezes) e Maurício Souza estrearam com vitórias nesta temporada no Vasco. Em momentos e cenários diferentes, mas todos saíram com três pontos de campo em seus respectivos jogos iniciais. Abaixo o ge recorda os primeiros jogos de cada treinador à frente do time em 2022.

Jorginho estreia no comando do Vasco neste domingo, contra o Grêmio — Foto: Daniel Ramalho/Vasco

Jorginho estreia no comando do Vasco neste domingo, contra o Grêmio — Foto: Daniel Ramalho/Vasco

Estreia de Zé Ricardo

Anunciado em dezembro, Zé Ricardo assumiu o Vasco no início de janeiro e foi quem teve mais tempo para se preparar antes da estreia. O que não significa que foi fácil. Em 3 de janeiro, na reapresentação da equipe, o treinador encontrou um elenco curtíssimo, em reformulação, após a saída de mais de 20 jogadores. Para piorar, um surto de Covid afastou seis atletas na primeira semana de treinos.





Jogadores do Vasco comemorando o gol na vitória contra o Volta Redonda pelo Carioca — Foto: Thiago Ribeiro/AGIF

Jogadores do Vasco comemorando o gol na vitória contra o Volta Redonda pelo Carioca — Foto: Thiago Ribeiro/AGIF

Vinte e três dias depois, contra o Volta Redonda, Zé Ricardo e Vasco estrearam no Campeonato Carioca com vitória por 4 a 2 sobre o Volta Redonda, no Raulino de Oliveira. Gabriel Pec, Raniel, Nenê e Juninho marcaram os gols da vitória.

Zé Ricardo teve altos e baixos, mas saiu após dar uma identidade ao time nas dez primeiras rodadas da Série B e receber proposta do Shimizu S-Pulse, do Japão. A decisão pegou o clube de surpresa. Enquanto buscava um novo técnico, o auxiliar permanente Emílio Faro assumiu a equipe pela primeira vez.

Primeira passagem de Faro

A estreia de Faro foi com vitória fora de casa, uma das poucas do Vasco na competição. No Arruda, em Recife, após o estádio dos Aflitos ser vetado por conta da forte chuva, o time venceu o Náutico por 3 a 2, em noite inspirada de Andrey e Figueiredo. A dupla marcou belos gols. Nenê completou a vitória.

Sob o comando de Emílio Faro, o Vasco ainda venceu o jogo seguinte por 1 a 0 contra o Cruzeiro, no Maracanã lotado, com gol de Getúlio. Foram os dois jogos em que o auxiliar esteve à beira do gramado antes da chegada do novo treinador.

Estreia de Maurício Souza

Maurício Souza chegou ao Vasco em um cenário favorável. O time estava invicto, na segunda colocação e embalado por duas vitórias. Sob o seu comando, nos primeiros jogos, o time se portou bem.

Na estreia de Maurício, em 18 de junho, o Vasco venceu um jogo difícil contra o Londrina – adversário direto pelo G-4 -, no Estádio do Café. Raniel saiu do banco para marcar o gol da vitória no início do segundo tempo.

Vasco venceu o Londrina fora de casa na estreia de Maurício Souza  — Foto: Daniel Ramalho/CRVG

Vasco venceu o Londrina fora de casa na estreia de Maurício Souza — Foto: Daniel Ramalho/CRVG

O Vasco ainda venceu o segundo jogo com seu novo treinador por 3 a 0 contra o Operário, em São Januário. Depois a equipe desandou. Perdeu a invencibilidade na Série B no jogo seguinte, contra o Novorizontino e venceu apenas mais uma partida sob o comando de Maurício, que foi demitido após oito jogos, depois de uma derrota para o Vila Nova, em Goiânia.

Segunda passagem de Faro

Mais uma vez sem treinador, Emílio Faro assumiu interinamente, dessa vez para estancar a crise. E na reestreia foi mais uma vez muito bem. Em 28 de julho, o Vasco goleou o CRB por 4 a 0 em São Januário, com dois gols de Andrey, um de Raniel e outro de Eguinaldo. Emílio foi ovacionado pela torcida e ganhou força para seguir no comando do time, embora sempre tenha deixado claro que não era sua intenção.

Vasco conseguiu ir bem com Faro em São Januário, mas desempenho fora de casa fez clube buscar Jorginho — Foto: Daniel Ramalho/Vasco

Vasco conseguiu ir bem com Faro em São Januário, mas desempenho fora de casa fez clube buscar Jorginho — Foto: Daniel Ramalho/Vasco

A sequência, no entanto, foi de altos e baixos. O Vasco conseguiu manter seu bom aproveitamento em casa, mas perdeu todas as quatro partidas como visitante com Emílio Faro. Embora ainda esteja no G-4, a derrota para o Brusque, no último sábado, ligou o sinal de alerta, e o clube resolveu trazer Jorginho para os dez jogos finais da Série B.

Fonte: Ge







Você pode gostar...