Contratado pela 777, Paulo Bracks visita CT do Vasco





Curta nossa página e saiba de tudo sobre o Vasco!

Entre no grupo de whatsapp da CENTRAL DO VASCO, SOMENTE NOTÍCIAS, SEM CONVERSAS!CLIQUE AQUI!

Contratado pela 777 Partners para ser diretor executivo do Vasco SAF, Paulo Bracks visitou o centro de treinamentos do clube nesta quinta-feira. O dirigente conheceu a estrutura vascaína ao lado de Juan Arciniegas, diretor de entretenimento da 777, Nicolas Maya, chefe de operações, e Johannes Spors, diretor esportivo do 777 Football Group.

Paulo Bracks chegou a um acordo com a 777 Partners para fazer parte do organograma do Vasco caso a empresa assuma o futebol do clube. O executivo, que estava no Inter até março, firmou compromisso com o grupo que pretende adquirir 70% do futebol da futura SAF vascaína.

Paulo Bracks estava no Inter até março — Foto: Tomás Hammes/ge

Paulo Bracks estava no Inter até março — Foto: Tomás Hammes/ge

A informação da visita de Bracks foi publicada primeiramente pelo jornalista Venê Casagrande e confirmada pelo ge. Por enquanto, até que a SAF seja aprovada, o executivo exercerá a função de consultor do grupo americano.





Atual gerente de futebol do Vasco, Carlos Brazil será mantido no clube. Eles vão trabalhar em conjunto com Juan Arciniegas, Nicolas Maya, Johannes Spors e Don Dransfield, ex-chefe de estratégia do Grupo City contratado há pouco tempo para conduzir mundialmente o futebol do grupo americano. Os representantes da 777 chegaram ao Rio na última terça-feira para nova rodada de reuniões no clube. A decisão mais impactante da visita é a contratação de Bracks.

Vasco é o segundo na Série B; falta de vitórias preocupa torcida

A 777 sentia necessidade de trazer um executivo brasileiro, que conheça o mercado nacional e suas peculiaridades. A primeira tentativa foi Rodrigo Caetano, mas o dirigente renovou com o Atlético-MG. Bracks trabalhou no Inter durante 14 meses e foi demitido após a eliminação na Copa do Brasil, neste ano. Antes, teve passagem pelo América-MG, foi auditor do STJD e funcionário da Federação Mineira de Futebol.

Fonte: Ge







Você pode gostar...