‘Cara e Coragem’: Rico dá lição de moral no pai





Saiba tudo sobre novelas! Se prepare para a nova novela das 9, entre no Grupo no facebook. Entre no Grupo de Novelas e famosos no Facebook Clique aqui

SAIBA TUDO SOBRE NOVELAS, ENTRE NO GRUPO NO WHATSAPP – CLIQUE AQUI

Em 'Cara e Coragem', Rico (André Luiz Frambach) dá lição de moral no pai — Foto: TV Globo/Estevam Avellar

Em ‘Cara e Coragem’, Rico (André Luiz Frambach) dá lição de moral no pai — Foto: TV Globo/Estevam Avellar

Rico (André Luiz Frambach) não gostou nada de saber que o pai, Gustavo (Marcelo Valle), teve responsabilidade no despejo de 10 famílias de seu terreno, e lhe dá uma lição de moral.

Em defesa dos manifestantes

 

Em 'Cara e Coragem', Rico (André Luiz Frambach) sai em defesa dos manifestantes contra o pai, Gustavo (Marcelo Valle) — Foto: TV Globo/Estevam Avellar

Em ‘Cara e Coragem’, Rico (André Luiz Frambach) sai em defesa dos manifestantes contra o pai, Gustavo (Marcelo Valle) — Foto: TV Globo/Estevam Avellar





Chateada por ter tido sua exposição cancelada, Teca (Raquel Rocha) é confortada pelo marido, que culpa os “baderneiros”, mas Rico sai em defesa dos manifestantes.

“Não, não: culpa sua, pai, que destruiu a vida daquelas famílias a ponto de terem que ir lá protestar!”

Gustavo alega que agiu dentro da lei e que não abre mão de seus direitos como proprietário do terreno.

Verdades vêm à tona

 

Em 'Cara e Coragem', Rico (André Luiz Frambach) joga verdades na cara do pai, Gustavo (Marcelo Valle), alegando que ele nunca trabalhou na vida — Foto: TV Globo/Estevam Avellar

Em ‘Cara e Coragem’, Rico (André Luiz Frambach) joga verdades na cara do pai, Gustavo (Marcelo Valle), alegando que ele nunca trabalhou na vida — Foto: TV Globo/Estevam Avellar

O discurso enerva Rico, que joga na cara do pai que ele nunca trabalhou.

“As coisas podem parecer simples pra você, pai, que tem posses, nunca te faltou nada. Aliás, você nem teve que trabalhar pra ter tudo que tem!”

“A gente sabe que as leis têm brechas e que os seus advogados podem ter passado por cima de alguma coisa que era direito daquelas famílias. Mas isso não é o que mais me espanta. O que me deixa de cara mesmo é você não se importar. Você não quer saber, pai.”

Tempo fora de casa

Gustavo acusa o filho de ser ingrato, de ter usufruído do dinheiro da família, e Rico decide sair de casa.

“Tá errada a forma como se ganha dinheiro nessa casa.”

“De como a gente vive. De como meu pai lida com o dinheiro. E eu tava errado também, de nunca parar pra pensar. Mas agora que eu tô ganhando dinheiro com o meu trabalho, eu quero dar um tempo e colocar a cabeça em ordem”, diz ele à mãe.

Fonte: Gshow







Você pode gostar...