Vice do Vasco culpa Flamengo e Fluminense por carga menor de ingresso para torcida do Cruzeiro




Curta nossa página e saiba de tudo sobre o Vasco!

O 1º vice-presidente do Vasco, Carlos Roberto Osório, disse neste sábado (11), em entrevista exclusiva ao repórter Wellington Campos, da Itatiaia, que o clube foi a favor de liberar uma carga maior de ingressos para o Cruzeiro, mas o pedido foi barrado pelo Consórcio Maracanã, administrado por Flamengo e Fluminense. O dirigente destacou ainda que se desculpou com o Cruzeiro e que tomou conhecido da reclamação de Ronaldo Fenômeno, que prometeu tratamento igual no duelo do segundo turno, no Mineirão.

De acordo com Osório, o impasse sobre a carga destinada à torcida celeste ocorre desde a última terça-feira (7). “Recebi uma ligação do Gabriel Lima, que é o CEO do Cruzeiro, solicitando uma carga adicional para a torcida cruzeirense. Nós levamos no mesmo dia esse pleito ao consórcio Maracanã e também às autoridades públicas aqui do Rio de Janeiro, dizendo que o Vasco da Gama concordava que fosse aumentada a carga da torcida do Cruzeiro. Não sei se os amigos de Minas Gerais sabem, mas hoje o complexo do Maracanã é administrado pelo Flamengo e pelo Fluminense, em consórcio. E o consórcio Maracanã retirou da venda 5 mil ingressos para a partida Vasco da Gama e Cruzeiro, alegando questões de segurança e uma necessidade de isolamento maior das torcidas”, disse.

O dirigente destaca ainda que fez um apelo para aumentar a carga total, mas não atendido. “O interesse do Vasco era vender todos 100% dos ingressos do Maracanã, para que pudéssemos bater o recorde de público de 2022, que hoje está na mão do clássico do Flamengo com o Palmeiras disputado no Maracanã. Infelizmente, esse bloqueio permaneceu, disponibilizaram apenas uma carga adicional de 600 ingressos para a torcida do Cruzeiro. Esses ingressos já foram entregues e nós não vamos ter todos os ingressos do Maracanã vendidos por conta desse bloqueio”, apontou.

“Tomamos conhecimento da reclamação do Ronaldo quanto à quantidade de ingressos liberados pela administração do Maracanã pra essa partida. Já conversei com o Gabriel Lima, nós nos desculpamos. Nosso interesse era lotar o Maracanã, isso não vai ser possível, pois a administração capitaneada por Flamengo e Fluminense, infelizmente, retirou uma quantidade muito grande de ingressos de venda e não foi possível aumentar a carga nem da torcida do Cruzeiro, nem da torcida do Vasco da Gama”, completou o dirigente.




A reportagem da Itatiaia entrou em contato com Flamengo e Fluminense e aguarda retorno.

Artigo 87

O artigo 87 do Regulamento Geral das Competições da CBF determina que a torcida visitante tenha 10% da carga total de ingressos. Como o Vasco colocou 65 mil bilhetes à venda para duelo no Maracanã, o Cruzeiro teria direito a 6,5 mil ingressos.

“O Vasco terá o mesmo tratamento, com 5% dos ingressos. É uma prática usada no mundo, o Vasco decidiu oferecer somente 4 mil ingressos e faremos o mesmo no Mineirão, no jogo da volta”, avisou Ronaldo nessa sexta-feira (10).

Líder

O Cruzeiro é o líder isolado da Série B do Brasileirão, com 28 pontos, sete de vantagem para o Vasco, terceiro colocado, com 21. Os dois se enfrentam a partir das 16h, no Maracanã, pela 12ª rodada da competição. Os 65 mil ingressos foram vendidos antecipadamente.

Será o recorde desta Série B 2022, superando os 58.397 torcedores que assistiram a vitória por 2 a 0 do Cruzeiro sobre o Sampaio Corrêa, no último domingo (5), no Mineirão.

Fonte: Rádio Itatiaia

O 1º vice-presidente do Vasco, Carlos Roberto Osório, disse neste sábado (11), em entrevista exclusiva ao repórter Wellington Campos, da Itatiaia, que o clube foi a favor de liberar uma carga maior de ingressos para o Cruzeiro, mas o pedido foi barrado pelo Consórcio Maracanã, administrado por Flamengo e Fluminense. O dirigente destacou ainda que se desculpou com o Cruzeiro e que tomou conhecido da reclamação de Ronaldo Fenômeno, que prometeu tratamento igual no duelo do segundo turno, no Mineirão.

De acordo com Osório, o impasse sobre a carga destinada à torcida celeste ocorre desde a última terça-feira (7). “Recebi uma ligação do Gabriel Lima, que é o CEO do Cruzeiro, solicitando uma carga adicional para a torcida cruzeirense. Nós levamos no mesmo dia esse pleito ao consórcio Maracanã e também às autoridades públicas aqui do Rio de Janeiro, dizendo que o Vasco da Gama concordava que fosse aumentada a carga da torcida do Cruzeiro. Não sei se os amigos de Minas Gerais sabem, mas hoje o complexo do Maracanã é administrado pelo Flamengo e pelo Fluminense, em consórcio. E o consórcio Maracanã retirou da venda 5 mil ingressos para a partida Vasco da Gama e Cruzeiro, alegando questões de segurança e uma necessidade de isolamento maior das torcidas”, disse.

O dirigente destaca ainda que fez um apelo para aumentar a carga total, mas não atendido. “O interesse do Vasco era vender todos 100% dos ingressos do Maracanã, para que pudéssemos bater o recorde de público de 2022, que hoje está na mão do clássico do Flamengo com o Palmeiras disputado no Maracanã. Infelizmente, esse bloqueio permaneceu, disponibilizaram apenas uma carga adicional de 600 ingressos para a torcida do Cruzeiro. Esses ingressos já foram entregues e nós não vamos ter todos os ingressos do Maracanã vendidos por conta desse bloqueio”, apontou.

“Tomamos conhecimento da reclamação do Ronaldo quanto à quantidade de ingressos liberados pela administração do Maracanã pra essa partida. Já conversei com o Gabriel Lima, nós nos desculpamos. Nosso interesse era lotar o Maracanã, isso não vai ser possível, pois a administração capitaneada por Flamengo e Fluminense, infelizmente, retirou uma quantidade muito grande de ingressos de venda e não foi possível aumentar a carga nem da torcida do Cruzeiro, nem da torcida do Vasco da Gama”, completou o dirigente.

A reportagem da Itatiaia entrou em contato com Flamengo e Fluminense e aguarda retorno.

Artigo 87

O artigo 87 do Regulamento Geral das Competições da CBF determina que a torcida visitante tenha 10% da carga total de ingressos. Como o Vasco colocou 65 mil bilhetes à venda para duelo no Maracanã, o Cruzeiro teria direito a 6,5 mil ingressos.

“O Vasco terá o mesmo tratamento, com 5% dos ingressos. É uma prática usada no mundo, o Vasco decidiu oferecer somente 4 mil ingressos e faremos o mesmo no Mineirão, no jogo da volta”, avisou Ronaldo nessa sexta-feira (10).

Líder

O Cruzeiro é o líder isolado da Série B do Brasileirão, com 28 pontos, sete de vantagem para o Vasco, terceiro colocado, com 21. Os dois se enfrentam a partir das 16h, no Maracanã, pela 12ª rodada da competição. Os 65 mil ingressos foram vendidos antecipadamente.

Será o recorde desta Série B 2022, superando os 58.397 torcedores que assistiram a vitória por 2 a 0 do Cruzeiro sobre o Sampaio Corrêa, no último domingo (5), no Mineirão.

Fonte: Rádio Itatiaia


Instale o Aplicativo do Vasco e fique por dentro de todas as notícias do Gigante da Colina





Você pode gostar...