Homem ingere 70 pedras de crack momentos antes de ser preso e é internado em estado grave


Um homem de 34 anos, identificado como Daniel, ingeriu cerca de 70 pedras não embaladas de crack instantes antes de ser preso pela Polícia Militar de Minas Gerais, na cidade de Diamantina, nesta quinta-feira. O suspeito teve convulsões e paradas cardíacas e precisou ser entubado. Ele está em estado grave na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do Hospital de Pronto-Socorro de Diamantina.

Após ter recebido uma série de denúncias, a PM fez uma batida policial em uma casa do bairro de Rio Grande, onde encontrou dois homens com dez pinos de cocaína. Um deles ingeriu com água as pedras de crack minutos antes dos policiais entrarem no local.

No caminho até a delegacia, o homem avisou aos agentes estar passando mal e que tinha epilepsia. A viatura dirigiu-se então até um pronto socorro, onde o homem foi medicado e depois liberado.

Já na delegacia, o quadro de saúde de homem piorou. O comparsa dele, identificado apenas pela alcunha de Zar, alertou aos policiais o real motivo do mal estar.

Daniel foi então novamente levado ao hospital, mas, dessa vez, em estado crítico. Ele teve convulsões e duas paradas cardíacas, precisando ser reanimado. Ele se encontra em estado grave no Hospital de Pronto-Socorro de Diamantina.

Fonte: O GLOBO


Você pode gostar...