PGR vai apurar se houve apologia de Monark e Kim Kataguiri ao nazismo



O ex-apresentador do Flow Podcast Monark

A assessoria criminal da Procuradoria-Geral da República abriu hoje um procedimento para apurar se houve apologia ao nazismo por parte do deputado Kim Kataguiri (DEM-SP) e do apresentador do Flow Podcast, Bruno Aiub, o Monark, durante o  programa transmitido nesta segunda-feira (8).

A abertura da investigação foi determinada pelo procurador-geral, Augusto Aras. No programa, do qual participaram Kataguiri e a deputada Tabata Amaral (PSB-SP), Aiub se disse favorável à existência de um partido nazista no Brasil.

Caso se conclua que houve algum tipo de crime na fala do deputado e do apresentador, a PGR poderá denunciálos – ao STF, no caso de Kataguiri, e à Justiça de São Paulo, no caso de Monark.

Com informações do Blog da Malu Gaspar – O Globo

Você pode gostar...