Natural de Petrópolis, Pec agradece Vasco por leilão: ‘Não me surpreendo’


Curta nossa página e saiba de tudo sobre o Vasco!

Gabriel Pec apresenta na Vasco TV camisa que será leiloada para as vítimas da tragédia em Petrópolis - Reprodução / Vasco TV

Natural de Petrópolis e com muitos familiares ainda morando na cidade, Gabriel Pec se mostrou agradecido ao Vasco pela campanha idealizada onde irá leiloar as camisas da partida de hoje (17), contra o Bangu, às 20h30, em São Januário, pela 7ª rodada da Taça Guanabara, para as vítimas da tragédia na Região Serrana do Rio de Janeiro.

Em rápida participação na Vasco TV antes do jogo contra o Alvirrubro, o jovem atacante falou de sua tristeza com os desdobramentos do temporal em sua terra natal e disse não se surpreender com a atitude do Cruzmaltino, que costumeiramente abraça as causas sociais.

“Infelizmente todos estão acompanhando o que aconteceu em Petrópolis, onde nasci e cresci. Minha família é toda de lá. Graças a Deus todos estão bem, mas a gente sente pelos outros. Estamos bem tristes em casa. Eu, particularmente, não consegui nem ficar vendo muito os vídeos, é uma tristeza enorme. Quero agradecer muito ao Vasco. Vamos jogar com essas camisas que serão leiloadas e destinadas à Petropolis. Estou muito feliz com essa atitude”, declarou Pec, complementando:

“Já sabemos o tamanho do Vasco, a história linda que ele tem. Eu não me surpreendo com essa atitude, pois o Vasco é gigante”.

A ação do Vasco será realizada através do site ‘Play for a Cause’. Na manga das camisas haverá uma inscrição especial com “SOS Petrópolis” e cada uma será autografada pelos jogadores. As peças serão usadas apenas no primeiro tempo da partida. Toda a renda líquida da ação será destinada às famílias locais, via associação “SOS Serra”.

Vale lembrar que os torcedores que forem ao jogo de hoje poderão levar doações para os moradores de Petrópolis, como alimentos não-perecíveis, roupas, material de limpeza, água mineral, álcool em gel e máscaras. Essa ação é uma parceria do Batalhão de Policiamento em Estádios (Bepe), da Federação de Futebol do Rio de Janeiro (Ferj) e do Vasco. As doações serão depositadas em tendas especiais nos portões de entrada do estádio.

Desde a manhã o clube tem feito as arrecadações tanto em São Januário como também na sede Náutica da Lagoa e nas lojas Gigante da Colina:

Apelido de Pec tem referência à Petrópolis

 

Nascido e criado em Petrópolis, Gabriel Pec carrega sua ligação com a cidade natal inclusive no “nome artístico”. Pec, na verdade, é uma abreviação de Petrópolis Esporte Clube, clube que fez sucesso na Liga Futsal no início dos anos 2000.

“Eu tenho que explicar isso para as pessoas. Eu nunca joguei no PEC. O PEC era um time de futsal adulto de Petrópolis, que disputava a Liga Nacional e era famoso. Então, quando cheguei ao Vasco [com 8 anos], tinha muito Gabriel, e o coordenador do salão gostava muito do time do PEC também. Eu chegava no clube, ele falava a escalação do PEC e brincava comigo, aí ficávamos conversando sobre o time. Foi pegando, pegando, e ficou Pec, mas eu nunca joguei lá. Era um time de adulto”, explicou ao UOL Esporte em entrevista ano passado.

Atualmente Gabriel Pec mora no Rio de Janeiro com os pais. Porém, tanto os familiares por parte de mãe quanto do pai ainda residem em Petrópolis. Felizmente, nenhum deles foi atingido de forma grave pelo temporal.

Em abril de 2021, o UOL Esporte fez uma reportagem especial sobre todos os primeiros passos de Pec em Petrópolis (clique aqui).

Fonte: UOL.COM
Receba nossas notícias do Vasco pelo canal no telegram, acesse o link https://t.me/VascodaGamaoficial


Instale o Aplicativo do Vasco e fique por dentro de todas as notícias do Gigante da Colina

Você pode gostar...