Líder do Vasco, Nene repete início de ano mais artilheiro desde que voltou ao Brasil, em 2015 - ValeSeuClick.com - Notícias do mundo inteiro, em tempo real

Líder do Vasco, Nene repete início de ano mais artilheiro desde que voltou ao Brasil, em 2015


Curta nossa página e saiba de tudo sobre o Vasco!

Líder dentro e fora de campo, Nene é uma referência no Vasco. Aos 40 anos, o meia vive mais um ótimo momento na carreira e se isolou como segundo maior artilheiro do clube no Século XXI com 53 gols. Em grande fase, ele não só mudou o jogo contra o Bangu como igualou o seu início de ano mais artilheiro desde que retornou ao Brasil em 2015.

Nene tem 53 gols e 40 assistências em 152 jogos com a camisa do Vasco da Gama (Rafael Ribeiro / Vasco)
Nene tem 53 gols e 40 assistências em 152 jogos com a camisa do Vasco da Gama (Rafael Ribeiro / Vasco)

Foto: Lance!

Das sete partidas do Cruz-Maltino na temporada, o camisa 10 esteve em seis e já balançou a rede em cinco oportunidades. Número que o coloca na liderança isolada da artilharia do Carioca. A sintonia com Raniel também tem chamado atenção e o meia já deu três assistências no campeonato – duas delas para o atacante.

Antes disso, o melhor início do jogador havia sido em 2020 com a camisa do rival Fluminense. Na época, ele também marcou cinco gols nas seis primeiras partidas da temporada. A diferença fica por conta do número de assistências, já que ele passou em branco. Todos os tentos foram pelo Estadual e dois deles na goleada por 3 a 0 sobre o Botafogo.

No ano seguinte, também pelo Tricolor, Nene iniciou o Carioca em uma fase de “garçom” e deu quatro assistências, com apenas um gol marcado diante do Macaé. Meses depois, ele perdeu espaço na equipe das Laranjeiras e retornou ao Cruz-Maltino na reta final da Série B.

Em 2015, Nene defendia as cores do West Ham, quando decidiu retornar ao Brasil e assinou com o Vasco. Em seu primeiro ano, o atleta só foi comemorar um gol em seu sétimo jogo, contra o Atlético-MG. Na sequência do ano, ele ainda colocou oito bolas no fundo da meta adversária.

Ao iniciar a temporada seguinte, foram quatro gols em seis jogos também pelo Estadual. Já em 2017, balançou a rede três vezes nos primeiros jogos, sendo duas delas contra o Santos, do Amapá, pela Copa do Brasil.

 

Com a camisa do São Paulo, o meio-campista não teve inícios tão artilheiros como nos clubes cariocas. Em 2018, após trocar o Vasco pelo Tricolor Paulista, ele estufou a rede adversária apenas duas vezes (contra CSA e RB Bragantino) e uma vez ainda com a Cruz de Malta no peito. Em 2019, foram apenas três assistências nas seis primeiras partidas.

Veja os números de Nene nas seis primeiras partidas desde 2015

2022 (Vasco)

Cinco gols e três assistências em seis jogos

2021 (Fluminense)

Um gol e quatro assistências em seis jogos

Publicidade

2020 (Fluminense)

Cinco gols e nenhuma assistência em seis jogos

2019 (São Paulo)

Nenhum gol e três assistências em seis jogos

 

2018 (Vasco – São Paulo)

(expulsão no primeiro jogo) e três gols em seis jogos

2017 (Vasco)

Três gols em seis jogos

2016 (Vasco)

Quatro gols e nenhuma assistência em seis jogos

2015 (Vasco)

Nenhum gol e nenhuma assistência em seis jogos

Fonte: terra.com
Receba nossas notícias do Vasco pelo canal no telegram, acesse o link https://t.me/VascodaGamaoficial


Instale o Aplicativo do Vasco e fique por dentro de todas as notícias do Gigante da Colina

Você pode gostar...