Argentina espera reconhecimento da UE sobre disputa de soberania das ilhas Malvinas - ValeSeuClick.com - Notícias do mundo inteiro, em tempo real

Argentina espera reconhecimento da UE sobre disputa de soberania das ilhas Malvinas



Argentina espera que a União Europeia (UE) reconheça a existência de uma disputa de soberania com o Reino Unido sobre as ilhas Malvinas, sem que o tema monopolize o diálogo com o bloco. A declaração foi dada nesta segunda-feira (7) em Bruxelas por Mariano Carmona, secretário do Ministério das Relações Exteriores da Argentina para as Malvinas, Antártica e Atlântico Sul.

“Esperamos que a UE reconheça a existência de uma disputa de soberania e que a UE encoraje o diálogo e a negociação”, disse Carmona. Segundo ele, a Argentina pretende deixar claro em seus contatos que a disputa não é “a única agenda que temos com a UE”, embora para o país o tema seja “uma prioridade de política externa”.

Carmona manteve reuniões com eurodeputados e funcionários da Comissão Europeia na capital belga. Nessas reuniões, disse ele, promoveu “programas de pesquisa científica em assuntos oceânicos e antárticos”, além de estudos sobre o impacto das mudanças climáticas e a pesca.

Uma resolução da ONU de 1965 exige que a Argentina e o Reino Unido entrem em negociações diretas sobre a soberania das ilhas, uma questão de disputa desde 1833. O governo britânico alega que não poderá iniciar as negociações porque a população das ilhas votou por grande maioria em um referendo em 2013 a favor da coroa britânica.

Dispositivos nucleares

No domingo (6), a secretária de Relações Exteriores do Reino Unido, Liz Truss, reafirmou no Twitter que Londres rejeita “qualquer questionamento da soberania das Falklands”.

(Com informações da AFP)

Você pode gostar...