Aconselhado pelo pai, Getúlio chega ao Vasco para buscar espaço no ataque: “Vai ser uma disputa boa”


Curta nossa página e saiba de tudo sobre o Vasco!

Último a chegar dos 12 reforços do Vasco para a temporada, Getúlio finalmente foi apresentado e conversou com jornalistas na tarde desta sexta-feira. O atacante de 24 anos que estava no Avaí disse que tinha propostas de fora do Brasil, mas que “não tinha como dizer não ao Vasco”. Para a alegria do pai, vascaíno e seu conselheiro na carreira.

– Eu tinha proposta de fora do Brasil. Nas redes sociais a torcida do Vascome mandou muitas mensagens. Eu não sabia da proposta, meu pai me falou. Não tinha como dizer não ao Vasco. Conversei muito com o meu pai, que é torcedor do Vasco – contou ele em sua apresentação.

Getúlio é apresentado no Vasco ao lado de Carlos Brazil — Foto: Marcelo Baltar / ge

Getúlio é apresentado no Vasco ao lado de Carlos Brazil — Foto: Marcelo Baltar / ge

Getúlio recebeu a camisa 99 das mãos de Carlos Brazil, gerente geral de Futebol do clube, e se mostrou ligeiramente nervoso diante da quantidade de jornalistas presente na sala de imprensa do Vasco. Ele disse que espera uma “boa disputa” no ataque ao lado de Raniel, que já fez gol na estreia, e Figueiredo, que teve grandes atuações na Copinha deste ano.

– A escolhi a 99 porque também tem o número 9. O Raniel escolheu a 9 e estreou bem, com gol. Vai ser uma disputa boa. Ele é um excelente centroavante. O Figueiredo também vem bem da base. Vai ser uma disputa boa – disse ele, que já adiantou que pode jogar onde o técnico Zé Ricardo bem entender:

“Na temporada passada joguei como centroavante. Na anterior joguei como ponta, com o Geninho. Onde o professor Zé Ricardo escolher estarei disponível e darei a minha vida”, garantiu.

 

Já inscrito no Campeonato Carioca e com sua situação regularizada, Getúlio está à disposição do técnico Zé Ricardo para a partida contra o Boavista, neste sábado, pela segunda rodada do Campeonato Carioca.

Veja outros pontos da entrevista de Getúlio:

 

Chegada ao Vasco

– O Vasco é um clube gigante, reconhecido mundialmente. Era o sonho do meu pai eu jogar aqui. Ele é vascaíno.

Gol contra o Vasco no ano passado

– No ano passado fiquei feliz por fazer gol num gigante como o Vasco. Agora que estou aqui vou fazer de tudo para ajudar o Vasco.

Forma física

“Estava treinando bastante nas minhas férias. Estou pegando ritmo nos treinos. Se o professor optar por começar ou no banco, vou respeitar. Estou chegando agora”.

 

Amigos e familiares vascaínos

– Em Alagoas conheço muitos vascaínos, no Nordeste todo. Onde o Vasco jogar terá torcida. Tenho amigos e familiares que torcem para o rival. Mas o apoio da torcida será importante para nós.

Maior desafio da carreira

– É uma grande responsabilidade e desafio na minha carreira. O Vasco é um clube gigante. Estou preparado e venho para ajudar e fazer de tudo para dar o meu melhor para ajudar.

Série B

“Essa não será fácil. Joguei três vezes pelo Avaí, em duas consegui o acesso e outra bateu na trave. Essa com certeza será a mais difícil que jogarei”.

Fonte: Gshow

Receba nossas notícias do Vasco pelo canal no telegram, acesse o link https://t.me/VascodaGamaoficial


Instale o Aplicativo do Vasco e fique por dentro de todas as notícias do Gigante da Colina

Você pode gostar...