Hamilton diz no rádio que cenário para vitória de Verstappen foi manipulado


Saiba tudo sobre novelas! Se prepare para a nova novela das 9, entre no Grupo no facebook. Entre no Grupo de Novelas no Facebook Clique aqui – AMOR DE MÃE.

Nem Lewis Hamilton nem Toto Wolff quiseram dar entrevistas após o fim do GP de Abu Dhabi. Mas uma frase dita pelo heptacampeão mundial ainda durante a última volta da corrida expressa o sentimento dele em relação às decisões da direção de prova sobre o Safety Car e a passagem dada aos retardatários, o que permitiu que Max Verstappen ficasse no mano a mano com a Mercedes.

– Isso está sendo manipulado, cara.

O comentário de Hamilton não foi reproduzido no sinal da transmissão oficial, mas foi ouvido no canal do piloto na F1 TV. Anteriormente o inglês já havia reclamado da velocidade do Safety Car.

Quando o Safety Car entrou na pista, Hamilton estava 11 segundos à frente de Verstappen e havia cinco retardatários entre eles: Lando Norris, Fernando Alonso, Esteban Ocon, Charles Leclerc e Sebastian Vettel.

Inicialmente o diretor de prova Michael Masi disse que eles não seriam autorizados a ultrapassar o Safety Car. A RBR questionou esta decisão, e Masi então autorizou que os carros que geravam esse tráfego ultrapassassem, deixando os dois pilotos que lutavam pelo título da temporada livres para uma disputa franca.

Max Verstappen e Lewis Hamilton foram protagonistas de briga pelo título da F1 em 2021 — Foto:  Mark Thompson/Getty Images

Max Verstappen e Lewis Hamilton foram protagonistas de briga pelo título da F1 em 2021 — Foto: Mark Thompson/Getty Images

Verstappen havia trocado os pneus por compostos macios e estava preparado para ir para o tudo ou nada sobre Hamilton, que usava pneus duros e já desgastados por ter feito apenas uma parada nos boxes. Quando a relargada foi autorizada, Verstappen estava praticamente roda a roda com o rival. O holandês teve sucesso na ultrapassagem, venceu o GP de Abu Dhabi e conquistou o título mundial.

A Mercedes protocolou dois protestos junto à Federação Internacional de Automobilismo (FIA), mas ambos foram rejeitados. A equipe prometeu apelar à Corte Arbitral do Esporte (CAS).

Safety car puxa pelotão no fim do GP de Abu Dhabi, com Lewis Hamilton liderando a prova — Foto: Lars Baron/Getty Images

Safety car puxa pelotão no fim do GP de Abu Dhabi, com Lewis Hamilton liderando a prova — Foto: Lars Baron/Getty Images

Fonte: Ge

Você pode gostar...