Freeland esfria, Anderson Barros agrada, e Ricardo Gomes segue forte para o futebol do Vasco - ValeSeuClick.com - Notícias do mundo inteiro, em tempo real

Freeland esfria, Anderson Barros agrada, e Ricardo Gomes segue forte para o futebol do Vasco


Curta nossa página e saiba de tudo sobre o Vasco!

Há 13 dias tentando remontar o comando do futebol do Vasco, o presidente Jorge Salgado tem feito reuniões diárias. Dos nomes discutidos, o de Ricardo Gomes segue com muita força. Os demais ainda dependem dos desfechos das competições.

Ricardo Gomes é o mais disponível para conversas no momento por não trabalhar no futebol desde 2019, quando deixou o cargo de diretor do Bordeaux, da França.

Jorge Salgado e Ricardo já conversaram nesta semana, e um novo papo está previsto na agenda de ambos. Campeão da Copa do Brasil de 2011 como treinador, Gomes é muito querido dentro de São Januário e tem boa relação com o presidente vascaína.

Ricardo Gomes no Bordeaux, seu último trabalho no futebol — Foto: Divulgação / Bordeaux

Ricardo Gomes no Bordeaux, seu último trabalho no futebol — Foto: Divulgação / Bordeaux

Com futuro indefinido no Palmeiras, Anderson Barros agrada

Caso acerte, Ricardo Gomes, que foi diretor técnico do Vasco em 2013, chegaria para atuar ao lado de um executivo de futebol. O nome preferido para a função era o de Eduardo Freeland, do Botafogo, mas a pessoas próximas o profissional reforçou o desejo de dar prosseguimento ao trabalho em General Severiano. Além disso, em entrevista no domingo, Durcesio Mello, presidente do Alvinegro, bancou a permanência do diretor.

– Enderson Moreira fica. Nem ele nem o Freeland vão sair, acreditam no meu projeto. O ambiente aqui é maravilhoso, isso ajudou muito. É de união, jogadores, comissão técnica, equipe toda. É um negócio muito bacana. Freeland e Enderson são as peças mais importantes dessa subida do Botafogo – afirmou Durcesio, à Rádio Bandeirantes.

Trocando em miúdos, o nome de Freeland esfriou embora ele ainda tenha atritos com Jorge Braga, CEO do Botafogo. Anderson Barros, atualmente no Palmeiras, agrada bastante à diretoria do Vasco.

Anderson fez excelente trabalho na Colina em 2017, quando, com um elenco limitado e Zé Ricardo como treinador, conduziu o Vasco à Libertadores. Deixou o clube em dezembro do referido ano.

Anderson ainda fez bom trabalho no Botafogo entre 2018 e 2019. Depois de manter o clube na Primeira Divisão em meio a recorrentes atrasos salariais, foi contratado pelo Palmeiras. No ano seguinte, conquistou Campeonato Paulista, Copa do Brasil e a Libertadores.

Anderson Barros tem o futuro indefinido no Palmeiras, agora com Leila Pereira na presidência. As partes acordaram que a continuidade dele ou não no Palestra só será debatida após a final da Libertadores, marcada para o próximo sábado, em Montevidéu, contra o Flamengo.

Anderson Barros, diretor do Palmeiras, na Academia de Futebol — Foto: Cesar Greco / Ag. Palmeiras

Anderson Barros, diretor do Palmeiras, na Academia de Futebol — Foto: Cesar Greco / Ag. Palmeiras

Treinadores já em pauta

Ficou definido também que o Vasco só contratará um treinador a partir da chegada de um executivo. Isso, porém, não impede de que Jorge Salgado e seus pares comecem a prospectar possíveis substitutos para Fernando Diniz.

O nome de Dorival Júnior é um dos que já foram colocados em discussão. Técnico que liderou o Vasco ao tranquilo acesso à Série A em 2009, o paulista de 59 anos agrada. Internamente, é visto como um dos bons candidatos para iniciar a temporada à frente do time.

Fonte: GE

Receba nossas notícias do Vasco pelo canal no telegram, acesse o link https://t.me/VascodaGamaoficial


Instale o Aplicativo do Vasco e fique por dentro de todas as notícias do Gigante da Colina

Você pode gostar...

Close