Primeiro ano de Jorge Salgado no Vasco tem 13 reforços; Nenê é o melhor na opinião da torcida - ValeSeuClick.com - Notícias do mundo inteiro, em tempo real

Primeiro ano de Jorge Salgado no Vasco tem 13 reforços; Nenê é o melhor na opinião da torcida

Curta nossa página e saiba de tudo sobre o Vasco!

A quinta-feira (30/9) marcou o último dia de inscrição de jogadores na Série B. Com a janela fechada, o Vasco não contratará mais nessa temporada e encerra o primeiro ano da gestão de Jorge Salgado com 13 reforços. A maioria chegou durante o Carioca, outros há poucas semanas e tem jogador que sequer estreou.

Com a política de redução de gastos, o Vasco não fez grandes investimentos e garimpou jogadores que chegaram sem ou com baixo custo. Na maioria dos casos, o clube arcou apenas com os salários ou parte deles. Ao longo de 2021, sob o comando do diretor Alexandre Pássaro, o departamento de futebol contratou um goleiro, um lateral, dois zagueiros, dois volantes, três meias e quatro atacantes.

Quatro jogos foram suficientes para fazer de Nenê a melhor contratação, na opinião da torcida — Foto: Rafael Ribeiro/Vasco

Quatro jogos foram suficientes para fazer de Nenê a melhor contratação, na opinião da torcida — Foto: Rafael Ribeiro/Vasco

Fizemos um balanço do desempenho dos atletas que chegaram neste ano em São Januário. Citamos números, avaliamos a performance em campo e ouvimos o torcedor. Quem foi o melhor reforço do Vasco em 2021? Nenê, com apenas quatro jogos até o momento, é disparado o preferido da galera.

O craque da galera

 

Nenê chegou há poucas semanas, mas está com moral com a torcida. Em enquete realizada na tarde desta sexta-feira, o meia teve quase 75% dos votos (veja o resultado abaixo) e foi eleito a melhor contratação do Vasco em 2021. O curioso é que ele fez apenas quatro jogos até o momento. Aos 40 anos, tem mostrado em campo que pode liderar o Vasco na briga pelo acesso. Mudou a cara do time, marcou dois gols e deu uma assistência.

Reultado da enquente sobre a melhor contratação do Vasco em 2021 — Foto: ge

Reultado da enquente sobre a melhor contratação do Vasco em 2021 — Foto: ge

Quem mais jogou

 

Rafael Navarro e Zeca em Vasco x Botafogo — Foto: Jorge Rodrigues/AGIF

Rafael Navarro e Zeca em Vasco x Botafogo — Foto: Jorge Rodrigues/AGIF

  • Zeca (39 jogos)
  • Léo Jabá (35 jogos)
  • Marquinhos Gabriel (34 jogos)
  • Vanderlei (33 jogos)
  • Morato (30 jogos)
  • Ernando (27 jogos)
  • Sarrafiore (17 jogos)
  • Romulo (17 jogos)
  • Daniel Amorim (16 jogos)
  • Michel (7 jogos)
  • Nenê (4 jogos)
  • Walber (4 jogos)
  • Jhon Sanchéz (0 jogo)

 

Participação em gols (gols e assistências)

 

  • Marquinhos Gabriel – 12 participações (7gols + 5 assistências)
  • Leó Jabá – 9 participações (3 gols + 6 assistências)
  • Morato – 9 participações (6 gols + 3 assistências)
  • Zeca – 5 participações (1 gol + 4 assistências)
  • Sarrafiore – 4 participações (3 gols + 1 assistência)
  • Nenê – 3 participações (2 gols + 1 assistência)
  • Daniel Amorim – 3 participações (3 gols)

 

Artilheiros (entre os reforços)

 

Marquinhos Gabriel tem 7 gols pelo Vasco — Foto: André Durão

Marquinhos Gabriel tem 7 gols pelo Vasco — Foto: André Durão

  • Marquinhos Gabriel (7 gols)
  • Morato (6 gols)
  • Daniel Amorim (3 gols)
  • Léo Jabá (3 gols)
  • Sarrafiore (3 gols)
  • Nenê (2 gols)
  • Zeca (1 gol)

 

Garçons (entre os reforços)

 

Ao lado de Léo Matos, Léo Jabá é o maior garçom do Vasco na temporada. Foram 6 assistências — Foto: Alexandre Durão

Ao lado de Léo Matos, Léo Jabá é o maior garçom do Vasco na temporada. Foram 6 assistências — Foto: Alexandre Durão

  • Léo Jabá (6 assistências)
  • Marquinhos Gabriel (5 assistências)
  • Zeca (4 assistências)
  • Morato (3 assistências)
  • Sarrafiore (1 assistência)
  • Nenê (1 assistência)

 

Daniel Amorim

Daniel Amorim chegou no início da Série B e marcou três gols — Foto: Thiago Ribeiro/AGIF

Daniel Amorim chegou no início da Série B e marcou três gols — Foto: Thiago Ribeiro/AGIF

Chegou ao Vasco como desconhecido, com baixo custo, após disputar o Campeonato Mineiro pelo Tombense e foi útil em alguns jogos. Gradalhão, é forte no jogo aérea, mas também já mostrou alguma qualidade com os pés. Seu maior obstáculo é ter German Cano como concorrente na posição, o que o impediu de ter uma sequência maior até o momento. Em 17 jogos, marcou três gols.

Contrato: acaba em 31/12/2021. Está emprestado pelo Tombense.

Ernando

 

Recuperado de lesão, Ernando foi reintegrado aos treinos com elenco nesta semana — Foto: Rafael Ribeiro/Vasco da Gama

Recuperado de lesão, Ernando foi reintegrado aos treinos com elenco nesta semana — Foto: Rafael Ribeiro/Vasco da Gama

Chegou ao Vasco com status de titular e teve sequência com Marcelo Cabo e Lisca. Apesar de alguns bons jogos, não passou confiança para torcida, especialmente por ter cometido alguns erros na saída de bola, um problema crônico do Vasco na temporada. Lesionado, ficou afastado dos últimos jogos, mas voltou a treinar com elenco nesta semana. No momento, está atrás de Ricardo Graça, que vem fazendo bons jogos. Ernando disputou 27 jogos até aqui e não marcou gol.

Contrato: acaba em 10/12/2021. Acordo prevê renovação automática por mais uma temporada.

Jhon Sanchéz

 

Anunciado no fim de agosto, Jhon Sánchez ainda não estreou — Foto: Rafael Ribeiro/Vasco

Anunciado no fim de agosto, Jhon Sánchez ainda não estreou — Foto: Rafael Ribeiro/Vasco

O equatoriano ainda é uma grande incógnita. Anunciado no fim de agosto, está há um mês treinando, mas ainda não jogou. Foi relacionado por Fernando Diniz nos últimos quatro jogos, mas não entrou em campo. Sanchéz chegou com aval de Lisca, mas Diniz disse que não o conhecia e vem o observando nos treinos.

Contrato: acaba em 31/07/2022. Emprestado pelo Independiente Del Valle, do Equador

Léo Jabá

 

Contratado durante o Carioca, Léo Jabá peca pela irregularidade. Fez grandes partidas, em algumas foi eleito o melhor em campo, mas ainda não teve uma sequência de bons jogos, assim como o Vasco. Seu bom momento fez o PAOK requisitar seu retorno, no meio do ano, mas o Vasco o segurou. Não é titular absoluto, mas, quando não começa, geralmente entra durante os jogos. É o principal garçom da temporada, com 6 assistências. Disputou 35 jogos e marcou três gols.

Contrato: acaba em 31/12/2021. Emprestado pelo PAOK, da Grécia, com quem tem vínculo até 30/6/2023.

Marquinhos Gabriel

 

O início foi animador. Marquinhos fez um bom Carioca, e sua ausência, no início da Série B, foi motivo de lamentação. Aos poucos, no entanto, caiu de produção com o restante do time e não foi capaz de ser o articulador que o Vasco precisava. Com as chegadas de Diniz e Nenê, passou a jogar mais recuado e tem feito bons jogos. Seus números são bons. Ao lado de Pec, é o vice-artilheiro do time na temporada (7 gols) e, entre os reforços, é o jogador com mais participações diretas em gols (7 gols e cinco assistências). Disputou 34 jogos.

Contrato: acaba em 10/12/2021. É jogador do Vasco.

Michel

 

Michel fez apenas sete jogos e não deve mais jogar neste ano — Foto: Rafael Ribeiro/Vasco da Gama

Michel fez apenas sete jogos e não deve mais jogar neste ano — Foto: Rafael Ribeiro/Vasco da Gama

Contratação que não deu certo. Após uma longa inatividade, Michel chegou ao Vasco no início da Série B, mas voltou a sentir o joelho e dificilmente jogará até novembro, quando acaba seu contrato. Fez apenas sete jogos.

Contrato: acaba em 30/11/2021. Está emprestado pelo Grêmio, com quem tem vínculo até 31/12/2022.

Morato

 

Morato teve altos e baixos, mas voltou a viver um bom momento com Fernando Diniz — Foto: André Durão

Morato teve altos e baixos, mas voltou a viver um bom momento com Fernando Diniz — Foto: André Durão

Outro que teve um início animador no Carioca, com direito a golaço na vitória sobre o Flamengo, mas caiu de rendimento na Série B. Teve altos e baixos desde sua chegada, mas se reencontrou, vive um bom momento e é titular com Fernando Diniz.

Contrato: acaba em 31/12/2021. Está emprestado pelo Bragantino, com quem tem vínculo até 31/12/2022.

Nenê

 

O recorte ainda é muito pequeno, foram apenas quatro jogos, mas impressiona como Nenê conseguiu dar uma nova cara ao Vasco em pouco tempo. Apesar da idade (40 anos), o meia desembarcou em São Januário com vontade de garoto. Com talento acima da média na Série B, tem feito a diferença e caiu nas graças da torcida. Em quatro jogos, marcou dois gols e deu uma assistência.

Contrato: acaba em 31/12/2022. É jogador do Vasco

Romulo

 

Romulo ainda não conseguiu repetir o nível de atuações que teve em sua primeira passagem pelo Vasco — Foto: Rafael Ribeiro/Vasco

Romulo ainda não conseguiu repetir o nível de atuações que teve em sua primeira passagem pelo Vasco — Foto: Rafael Ribeiro/Vasco

Apesar da identificação, por ter sido revelado e campeão pelo Vasco, Romulo ainda não agradou em sua volta ao clube após nove anos. Fez partidas razoáveis, por vezes entra bem para ajudar a controlar o jogo, mas não conseguiu ter sequência entre os titulares. Por ora, compõe elenco. Disputou 17 jogos e não marcou gol.

Contrato: acaba em 31/12/2021. É jogador do Vasco.

Sarrafiore

 

Sarrafiore não joga há mais de um mês — Foto: Alexandre Durão

Sarrafiore não joga há mais de um mês — Foto: Alexandre Durão

Chegou com a Série B em andamento e teve poucas oportunidades como titular. Ainda assim, foi bem em alguns jogos e fez gols importantes. Teve Covid em agosto, ficou afastado por um tempo e na sequência não teve mais chances desde a chegada de Fernando Diniz. Marcou três gols e deu uma assistência em 17 partidas.

Contrato: acaba em 30/11/2021. Está emprestado pelo Internacional, com quem tem vínculo até 31/12/2022.

Vanderlei

 

Vanderlei alternou bons jogos com falhas em algumas partidas — Foto: Fernando Torres/AGIF

Vanderlei alternou bons jogos com falhas em algumas partidas — Foto: Fernando Torres/AGIF

Chegou no fim do Carioca e faz uma temporada irregular. Teve grandes atuações, como na vitória sobre o Brusque, na semana passada, e foi decisivo na Taça Rio, quando defendeu três pênaltis do Botafogo. No entanto, também teve falhas e ainda não conquistou o torcedor vascaíno.

Contrato: acaba em 31/12/2021. Acordo prevê renovação automática por mais uma temporada caso alcance metas.

Walber

 

Walber vem entrando gradualmente no time do Vasco — Foto: Rafael Ribeiro / Vasco

Walber vem entrando gradualmente no time do Vasco — Foto: Rafael Ribeiro / Vasco

Um dos últimos a chegarem, ainda não foi titular, mas entrou bom quando acionado. Entrou no segundo tempo dos últimos três jogos com de Fernando Diniz, não comprometeu e deixou uma boa primeira impressão. Jogou três partidas.

Contrato: acaba em 31/12/2021. Está emprestado pelo Athletico-PR, quem tem vínculo até 31/5/2022.

Zeca

 

Para a maioria, foi a melhor contratação do Vasco no Campeonato Carioca. Foi muito bem no estadual. Como a maioria do elenco, caiu de rendimento na Série B e passou a ser questionado no lado esquerdo. Hoje tem tido atuações mais sólidas na direita do que na esquerda. Entre os reforços, foi quem mais entrou em campo. Em 39 jogos, deu quatro assistências e marcou um gol.

Contrato: acaba em 10/12/2021. Acordo prevê renovação automática por mais uma temporada.

Fonte: GE

Receba nossas notícias do Vasco pelo canal no telegram, acesse o link https://t.me/VascodaGamaoficial


Instale o Aplicativo do Vasco e fique por dentro de todas as notícias do Gigante da Colina

Você pode gostar...

Close