No maior jejum no Vasco, Cano vê média de gols cair 34% na Série B em comparação com a Série A - ValeSeuClick.com - Notícias do mundo inteiro, em tempo real

No maior jejum no Vasco, Cano vê média de gols cair 34% na Série B em comparação com a Série A

Curta nossa página e saiba de tudo sobre o Vasco!

A fase é tão ruim que Cano alcançou uma marca até pouco tempo inimaginável: a média de gols dele na Série B é pior do que a na Série A. Na comparação entre os dois campeonatos, a redução chegou a 34%. Não à toa o argentino, ao passar em branco na derrota para o Avaí, amargou o décimo jogo sem marcar, o seu maior jejum no Vasco – contando dois compromissos pela Copa do Brasil.

Os motivos são variados, claro. A pontaria do jogador, que chegou a ser definido como Máquina de Gols pela Fifa, não está afiada como na temporada passada. A equipe pouco o abastece. Mesmo assim, se esperava mais em um torneio com reconhecida baixa qualidade técnica.

Cano sofreu com a marcação do Avaí — Foto:  R.Pierre/AGIF

Cano sofreu com a marcação do Avaí — Foto: R.Pierre/AGIF

Sem a efetividade do seu centroavante, o time de Lisca viu o aproveitamento despencar no período. É de apenas 23% (duas vitórias, um empate e sete derrotas). Marcou só oito gols. Números que ajudam a explicar a má campanha. Em nono lugar, o Vasco está seis pontos atrás do G-4, faltando 15 rodadas.

Cano no Brasileiro

Série A Série B
34 jogos 22 jogos
14 gols 6 gols
0,41 de média 0,27 de média

Cano foi titular nas 10 partidas, acabou substituído em cinco delas. No total, somou 22 finalizações, ou seja, 2,2 a cada 90 minutos. Desperdiçou um pênalti contra o Brasil-RS, mas deu uma assistência diante do Avaí. Daniel Amorim, seu reserva, fez três gols em 13 confrontos, sempre entrando no segundo tempo, uma média de 0,23.

Cano soma atualmente seis gols em 22 jogos na Série B. É quinto colocado na lista de artilheiros. Balançou a rede adversária pela última vez no 4 a 1 diante do Guarani, em 24 de julho, a estreia de Lisca. Desde então, passou em branco contra Botafogo, Vitória, Remo, Londrina, Operário-PR, Ponte Preta, Brasil-RS e Avaí – e dois jogos contra o São Paulo pela Copa do Brasil.

Apesar da má fase, Cano continua sendo o artilheiro do Vasco na temporada. Tem 14 gols. Desde que chegou ao clube, em janeiro de 2020, o argentino marcou 38 vezes. É o maior goleador estrangeiro do clube no Século 21 e também o segundo gringo com mais gols na história vascaína.

Fonte: GE

Receba nossas notícias do Vasco pelo canal no telegram, acesse o link https://t.me/VascodaGamaoficial


Instale o Aplicativo do Vasco e fique por dentro de todas as notícias do Gigante da Colina

Você pode gostar...

Close