Na China, milhões de pessoas voltam ao confinamento por surto de variante delta - ValeSeuClick.com - Notícias do mundo inteiro, em tempo real

Na China, milhões de pessoas voltam ao confinamento por surto de variante delta


Milhões de pessoas voltaram ao confinamento na China a partir desta segunda-feira (2), quando o país tenta conter seu maior surto de coronavírus em meses, agravado pela disseminação da variante delta no país. A aplicação em massa de testes e restrições a viagens se somam às medidas para conter o retorno da pandemia de Covid.

O país relatou 55 novos casos de coronavírus transmitidos localmente, nesta segunda-feira, quando um surto da variante delta, de rápida disseminação, atinge mais de 20 cidades em diferentes províncias. Os governos locais nas principais cidades, incluindo Pequim, já testaram milhões de residentes, enquanto isolam complexos residenciais e colocam casos de contato em quarentena.

Profissional de saúde coleta material para teste de Covid-19 na cidade de Zhengzhou, na China, em 2 de agosto de 2021 — Foto: Cnsphoto Via Reuters

Profissional de saúde coleta material para teste de Covid-19 na cidade de Zhengzhou, na China, em 2 de agosto de 2021 — Foto: Cnsphoto Via Reuters

A cidade Zhuzhou, no centro da província de Hunan, ordenou o confinamento de mais de 1,2 milhão de moradores em suas casas pelos próximos três dias, enquanto uma campanha de vacinação e de testes é realizada em toda a cidade, de acordo com um comunicado oficial. “A situação ainda é sombria e complicada”, afirmou o governo de Zhuzhou.

A situação se instala no país quando Pequim já comemorava o sucesso em ter reduzido os casos domésticos de Covid-19 a praticamente zero desde que o coronavírus surgiu pela primeira vez em Wuhan, no final de 2019. O controle da pandemia já permitia uma forte recuperação econômica.

Mas a calmaria durou pouco. O mais recente surto, ligado a um foco em Nanjing, onde nove funcionários do serviço de limpeza de um aeroporto internacional testaram positivo em 20 de julho, ameaça essa tranquilidade, com mais de 360 ​​casos domésticos registrados nas últimas duas semanas.

Foco em destino turístico

No destino turístico de Zhangjiajie, perto de Zhuzhou, 1,5 milhão de moradores foram confinados na última sexta-feira (30) após um surto entre espectadores de um teatro. Muitos dos contaminados não eram da cidade e podem ter levado o vírus a outras regiões do país.

As autoridades estão procurando com urgência pessoas que estiveram recentemente a Nanjing ou Zhangjiajie e pedem aos turistas que não viajem para áreas onde novos casos foram identificados.

Enquanto isso, Pequim bloqueou a entrada de turistas na capital durante a alta temporada das férias de verão. Somente “viajantes essenciais”, com testes negativos, terão permissão para acessar a cidade, isso após a descoberta de alguns casos entre os residentes que retornaram de Zhangjiajie.

No domingo (1º), autoridades pediram aos moradores “que não saiam de Pequim a menos que seja essencial”. O distrito de Changping, na capital, confinou 41 mil pessoas em nove comunidades na semana passada.

Novos casos também foram relatados nesta segunda-feira no popular destino turístico de Hainan, assim como na província de Henan, recentemente devastada por enchentes.

Fonte: G1.com

Você pode gostar...

Close