Vasco estuda se fará protesto na CBF após anulação de gol contra o Boavista - ValeSeuClick.com - Notícias do mundo inteiro, em tempo real

Vasco estuda se fará protesto na CBF após anulação de gol contra o Boavista


Curta nossa página e saiba de tudo sobre o Vasco!

Dia 14 de fevereiro de 2021. O Vasco recebia o Internacional em uma desesperadora luta contra o rebaixamento. Logo aos 9 minutos do primeiro tempo, os gaúchos fazem um gol com Rodrigo Dourado e o VAR é acionado para verificar um possível impedimento. Após muito tempo de indefinição, o árbitro é comunicado de que as linhas imaginárias estavam “descalibradas” e decide manter a decisão de campo de validar o tento. A polêmica extrapolou os 90 minutos e chegou aos tribunais para uma tentativa de anulação da partida, mas nada aconteceu. Quatro meses depois daquela derrota por 2 a 0 e rebaixado para a Série B, o Cruzmaltino se viu novamente diante de um lance, no mínimo, atípico na Copa do Brasil ontem (8), e mais uma vez se revoltou.

O time do técnico Marcelo Cabo perdia por 1 a 0 para o Boavista quando aos 14 minutos do segundo tempo, o atacante Gabriel Pec marcou o gol de empate para o Vasco e os jogadores adversários reclamaram muito de uma possível mão de Germán Cano. Após quatro minutos, a arbitragem decidiu assinalar a infração e anular o tento.

O curioso é que nesta fase da competição não há a tecnologia do VAR, algo que gerou muita revolta por parte de todo o elenco do Vasco, comissão técnica e diretoria, que agora estuda se irá realizar um novo protesto na CBF. A tendência é de que ainda hoje o clube se manifeste oficialmente sobre o episódio, segundo apuração do UOL Esporte.

Após o jogo, porém, Marcelo Cabo já deu seu parecer, e não teve receio algum em afirmar na entrevista coletiva virtual que houve uma interferência externa:

“Simples. Na minha opinião, houve interferência externa. O gol foi validado pelo árbitro e ouvi do quarto árbitro que foi gol, que sairia a bola do meio de campo. Depois, houve algo de fora, ele coloca a mão no ouvido, escuta e anula. Ele disse que estava falando com o assistente, mas eu estava do lado dele e do quarto árbitro, e não ouvi de nenhum dos dois que não havia sido gol. Houve interferência externa, não sei como e qual, mas o quarto árbitro sempre falava que ia desfazer a confusão e o gol seria dado”, declarou em entrevista coletiva virtual na Vasco TV.

Apesar da polêmica, quando o jogo retornou — oito minutos após a paralisação — o Vasco conseguiu fazer o gol de empate em 1 a 1 com o Boavista e o resultado garantiu vaga ao Cruzmaltino nas oitavas de final da Copa do Brasil. O adversário será conhecido por sorteio.

Pleno do STJD não aceitou pedido de anulação do Vasco

O Vasco tentou a todo custo anular a partida contra o Internacional pelo Campeonato Brasileiro, algo que poderia livrar o clube do rebaixamento. O Cruzmaltino acionou primeiramente o Superior Tribunal de Justiça Desportivo e teve o pedido negado. Em seguida, recorreu ao Pleno do STJD e também não obteve êxito, mantendo-se, assim, o resultado do jogo e a consequente queda para a Série B.

Após essa decisão, alguns torcedores chegaram a elaborar um material para enviar ao Ministério Público e até à Fifa, mas a entidades ainda não se manifestaram sobre o assunto.

Fonte: UOL
Receba nossas notícias do Vasco pelo canal no telegram, acesse o link https://t.me/VascodaGamaoficial


Instale o Aplicativo do Vasco e fique por dentro de todas as notícias do Gigante da Colina

Você pode gostar...

Close