Próximo adversário do Vasco, Cruzeiro perde para o Operário-PR por 2 a 1 - ValeSeuClick.com - Notícias do mundo inteiro, em tempo real

Próximo adversário do Vasco, Cruzeiro perde para o Operário-PR por 2 a 1


Curta nossa página e saiba de tudo sobre o Vasco!

Lucas Rodrigues @LucasAdrianoR
Na quinta, Vasco vai à Minas Gerais enfrentar um Cruzeiro na zona de rebaixamento à Série C e que foi derrotado para o Operário com direito à gol de bicicleta.

Fonte: Twitter do jornalista Lucas Rodrigues/Papo Na Colina

Cruzeiro tem jogador expulso, sofre gol no fim e perde para o Operário

O Cruzeiro perdeu para o Operário por 2 a 1, neste sábado, no estádio Germano Krüger, em Ponta Grossa-PR, pela quinta rodada da Série B. O time celeste jogou com um atleta a menos desde os 28 minutos da etapa inicial, quando o zagueiro Weverton recebeu cartão vermelho após carrinho no volante Leandro Vilela. No lance seguinte, Paulo Sérgio abriu o placar para o Fantasma, em finalização de bicicleta. A Raposa empatou aos 43, com Felipe Augusto, porém o Fantasma balançou a rede aos 39 da etapa final, em chute de longa distância de Djalma Silva, e garantiu os três pontos.

O jogo

Mesmo sem poder contar com Eduardo Brock, que sofreu lesão na coxa esquerda, o técnico Mozart optou pelo esquema com três zagueiros. Ele colocou Weverton e Paulo ao lado de Ramon, além de utilizar Felipe Augusto como uma espécie de ala esquerda. No meio-campo, Matheus Barbosa substituiu Flávio, enquanto Rômulo seguiu posicionado na lateral direita.

O Cruzeiro começou a partida com tranquilidade na troca de passes, chegando a alcançar mais de 70% de posse de bola e domínio territorial no campo de ataque. Tudo estava sob controle até Weverton ser expulso aos 28 minutos após atingir o volante Leandro Vilela com um carrinho.

Como se não bastasse a desvantagem de jogar com um atleta a menos, a Raposa sofreu o gol justamente na falta cometida por Weverton. Tomas Bastos cruzou com efeito, Pedro Ken cabeceou a bola no travessão, e Paulo Sérgio virou uma bicicleta para abrir o placar aos 31 minutos: 1 a 0.

O Cruzeiro não desanimou com o gol sofrido e buscou ataques para tentar a igualdade. Thiago Braga segurou firme os chutes de Rafael Sobis, aos 34′, e Marcinho, aos 36′. Aos 42′, porém, o goleiro do Fantasma foi enganado pela finalização bloqueada de Bruno José e viu Felipe Augusto aproveitar o rebote: 1 a 1.

O Operário quase se colocou à frente no marcador com Leandro Vilela, mas Fábio caiu muito bem no canto esquerdo, espalmou à linha de fundo e garantiu o empate parcial ao Cruzeiro.

No segundo tempo, o técnico Mozart optou por reforçar o setor de marcação com o zagueiro Joseph no lugar de Marcinho. Posteriormente, colocou Ariel Cabral e Jadson em campo nos lugares de Giovanni e Bruno José. O treinador cruzeirense ainda recorreu a Adriano e Airton.

Com o transcorrer da etapa complementar, o Operário soube utilizar a supremacia em número de jogadores e chegou a 60% de posse de bola. Até que aos 39 minutos o lateral-esquerdo Djalma Silva resolveu arriscar de longe. Fábio escorregou no meio do caminho e não conseguiu alcançar a bola: 2 a 1.

Fonte: Superesportes (texto), ge (vídeo)

Receba nossas notícias do Vasco pelo canal no telegram, acesse o link https://t.me/VascodaGamaoficial


Instale o Aplicativo do Vasco e fique por dentro de todas as notícias do Gigante da Colina

Você pode gostar...

Close