Justiça nega provimento a recursos e Salgado segue na presidência do Vasco - ValeSeuClick.com - Notícias do mundo inteiro, em tempo real

Justiça nega provimento a recursos e Salgado segue na presidência do Vasco


Curta nossa página e saiba de tudo sobre o Vasco!

Na tarde desta terça-feira, a Primeira Câmara Cível do Tribunal de Justiça do Estado do Rio de Janeiro (TJRJ) julgou os recursos de embargos de declaração de Leven Siano e Roberto Monteiro, contra decisão que deu vitória a Jorge Salgado na eleição presidencial do Vasco em 2020. Por unanimidade, foi negado provimento a ambos e Salgado foi mantido presidente do Cruz-Maltino. Ainda cabe recurso.

O Esporte News Mundo esteve no julgamento, acompanhando a sessão. Os dois recursos foram julgados em conjunto, com relatoria do desembargador Custódio de Barros Tostes. Foi este o autor do voto vencedor em dezembro do ano passado, quando o mérito em segunda instância do caso havia ido ao colegiado pela primeira vez.

Na argumentação, o desembargador relator afirmou que não encontrou qualquer obscuridade, contradição ou omissão que mudasse o voto dele, e foi acompanhado pelos companheiros julgadores. O pedido de Roberto Monteiro em adiar o julgamento para a mesma data de outros recursos, de outros autores, foi considerado protelatório e também foi rejeitado.

Os dois recursos de embargos de declaração foram ajuizados no início de janeiro, com pedidos de efeito suspensivo, não concedidos. Cabem novos recursos, caso as partes queiram prosseguir com as demandas judiciais. Na Justiça do Rio, ainda há recurso de um grupo de sócios em segunda instância pendente de julgamento também sobre a eleição para presidente do clube de São Januário, mas sem data ainda marcada.

Fonte: Esporte News Mundo
Receba nossas notícias do Vasco pelo canal no telegram, acesse o link https://t.me/VascodaGamaoficial


Instale o Aplicativo do Vasco e fique por dentro de todas as notícias do Gigante da Colina

Você pode gostar...

Close