Goleiros de Fluminense e Vasco, Marcos Felipe e Lucão querem se firmar como titulares - ValeSeuClick.com - Notícias do mundo inteiro, em tempo real

Goleiros de Fluminense e Vasco, Marcos Felipe e Lucão querem se firmar como titulares


Curta nossa página e saiba de tudo sobre o Vasco!

O clássico entre Fluminense e Vasco, nesta terça-feira, às 21h35, no estádio Municipal General Raulino de Oliveira, em Volta Redonda, terá nos dois extremos opostos do gramado personagens com trajetórias e sonhos parecidos. Os jovens goleiros, Marcos Felipe, pelo Tricolor e Lucão, pelo Vasco, buscam, além da vitória no duelo pela sétima rodada do Campeonato Carioca, fazer uma temporada para se firmarem de vez nas metas dos dois gigantes do Rio de Janeiro.

Marcos Felipe tem 20 anos, é capixaba e chegou a base do Fluminense ainda jovem. Na carreira, teve uma breve passagem pelo Macaé, mas, exceto por esse momento, sempre vestiu a camisa tricolor. Até 2019, o jovem goleiro era a terceira opção no banco de reservas da equipe, atrás de Muriel e Agenor. O bom desempenho nos treinos, no entanto, já chamava a atenção a ponto do Tricolor renovar o contrato da promessa até 2022. Apenas em 2020 ele conquistou a posição de titular definitivo.

O atleta quando foi acionado no lugar de Muriel, não deixou a desejar, e com confiança, tomou a posição do colega que não vivia um bom momento. Desde então, Marcos Felipe vem fazendo boas partidas e agradando a torcida do time das Laranjeiras. Já são mais de 30 jogos como titular e seis pênaltis defendidos na carreira. O goleiro tem até uma reunião agendada na próxima semana para discutir uma outra renovação, assim, vem se firmando como titular absoluto e umas das peças chave do tricolor para a temporada.

No Cruz-Maltino, Lucão, hoje com os mesmos 20 anos do colega, saiu de Barra Mansa no interior do Rio de Janeiro, aos 12, para iniciar a trajetória como atleta em São Januário. Com passagens por todas as seleções de base da Seleção Brasileira do Sub-15 aos Sub-23, passou a ter a escalação pedida pela torcida, insatisfeita com a irregularidade do ex-titular da posição, Fernando Miguel. Em uma das primeiras das tão sonhadas oportunidades, Lucão falhou quando não podia e o erro acabou resultando na eliminação do Vasco da Copa Sul-Americana, diante do Defensa y Justicia (ARG). Ao todo soma 11 jogos no time principal entre a temporada passada e a atual.

Com o empréstimo de Miguel para o Atlético-GO e a cautela do clube na busca de um substituto, o jovem goleiro vascaíno voltou a ter uma chance da redenção. Na nova sequência pelo Carioca, busca provar que tem condições de honrar a posição, já ocupada por Barbosa, um dos personagens mais injustiçados da história do futebol brasileiro, a quem disse ver como referência, quando o Vasco fez homenagens ao ídolo que completaria 100 anos, na semana passada.

Assim sendo, Marcos Felipe está um pouco mais adiantado na trajetória que Lucão busca traçar. Ambos começaram como crias da base e como terceiros goleiros, esperando uma oportunidade. O defensor do time das Laranjeiras teve suas chances e vem se firmando na equipe, já o defensor do Vasco vem tendo a chance de ter uma sequência à frente do Cruz Maltino e mostrar o seu potencial.

Fonte: Esporte News Mundo
Receba nossas notícias do Vasco pelo canal no telegram, acesse o link https://t.me/VascodaGamaoficial


Instale o Aplicativo do Vasco e fique por dentro de todas as notícias do Gigante da Colina

Você pode gostar...

Close