Vasco reforça time em final no sub-20 com Caio Lopes, Vinícius e Miranda


Curta nossa página e saiba de tudo sobre o Vasco!

O domingo do Vasco será decisivo não apenas no profissional. Pelo Brasileiro, a equipe principal tem jogo complicado contra o Corinthians, em São Paulo, às 16h, em busca de permanecer na Série A. Quatro horas depois, em Cariacica-ES, o time sub-20 tenta mais uma conquista importante: enfrenta o Atlético-MG em jogo único que vale a Supercopa do Brasil, que vale vaga na próxima Copa Libertadores da América da categoria.

Campeão da Copa do Brasil de 2020 da categoria, o time do técnico Diogo Siston será reforçado por três jovens do elenco profissional: o volante Caio Lopes, o atacante Vinícius e o zagueiro Miranda.

Capitão no título da Copa do Brasil, Caio Lopes é quem mais atuou sob orientação de Vanderlei Luxemburgo. Jogou cinco das 10 partidas de Luxa, duas como titular (contra Bragantino e Fortaleza). Destacou-se contra o Botafogo, com participação importante no gol de Andrey.

Caio Lopes ergue a Copa do Brasil de 2020 sub-20, conquistada pelo Vasco no dia 3 de janeiro, após empate com o Bahia — Foto: André Durão

Caio Lopes ergue a Copa do Brasil de 2020 sub-20, conquistada pelo Vasco no dia 3 de janeiro, após empate com o Bahia — Foto: André Durão

Vinícius, depois de boa aparição na Copa São Paulo de Futebol Júnior 2020, começou bem no profissional, mas depois oscilou. Com Luxa, entrou no segundo tempo dos jogos com Bragantino e Palmeiras. Miranda, que foi capitão por muito tempo da geração 2000, foi o único que não teve oportunidades com Luxemburgo – ficou no banco em oito confrontos.

Vinícius jogou duas vezes com Luxa, nos jogos contra Bragantino e Palmeiras — Foto: Matheus Sebenello/NeoPhoto

Vinícius jogou duas vezes com Luxa, nos jogos contra Bragantino e Palmeiras — Foto: Matheus Sebenello/NeoPhoto

O trio, a exemplo de Gabriel Pec, que foi peça importante nas conquistas da Copa do Brasil e do Carioca sub-20, recebeu bem o convite para descer do profissional e reforçar a base. O lateral-esquerdo Riquelme é outro que participou do mesmo processo recentemente.



SAIBA TUDO SOBRE O VASCO NA CENTRAL DO VASCO

Diretor executivo da base do Vasco, Carlos Brazil trata o movimento como algo natural dentro do que o clube vem praticando nos últimos anos. Destaca que a decisão foi referendada por Vanderlei Luxemburgo e Alexandre Pássaro, executivo do futebol profissional. Pec, aliás, é citado por Brazil como um bom exemplo da transição vascaína.

Miranda não joga pelo profissional do Vasco desde 6 de dezembro, quando enfrentou o Grêmio — Foto: André Durão

Miranda não joga pelo profissional do Vasco desde 6 de dezembro, quando enfrentou o Grêmio — Foto: André Durão

– Acho importante frisar que esses meninos todos participaram do processo que nos propiciou hoje estar disputando uma Supercopa do Brasil. No Vasco, a gente vai trabalhando transição e deixando claro para todos que enquanto eles tiveram idade de sub-20, isso possibilita a eles jogar no sub-20 se não estiverem atuando no profissional. Como eles não vêm sendo utilizados de alguma maneira, e o jogo é importante, o Vanderlei e o Pássaro mais uma vez colaboram com o clube. O entendimento deles e o nosso é que seria importante eles participarem desse jogo.

– A gente tem como exemplo recente o Pec, que voltou para jogar as finais do Carioca e da Copa do Brasil, e ganhou confiança. Foi bom para ele, foi bom para o clube. O Pec já é um jogador com quem o já Vanderlei conta mais na equipe principal. Acho que os meninos todos que fazem essa transição acabam se fortalecendo de alguma forma quando retornam. Isso faz parte do processo, cada vez mais vai fazer processo aqui dentro do Vasco. Eu e Pássaro temos conversado muito sobre isso, a gente está muito preocupado com a transição e entende que essa transição de ele virem jogar é sempre muito importante.

Alexandre Pássaro, um dos profissionais que decidiu pela integração de Caio, Vinícius e Miranda ao elenco que participará da final da Supercopa do Brasil, explicou quais pontos foram levados em conta para o trio reforçar o sub-20.

– Quando a gente fala a todo momento em integração no futebol, às vezes fica muito subjetivo. Estamos mostrando na prática o que é uma integração entre os departamentos de futebol profissional e de base. Ponderamos entre todos, envolvendo os treinadores e demais profissionais e chegamos à conclusão de que estes três jogadores, neste momento, ajudarão mais a instituição Vasco jogando esta final da Supercopa, que tem visibilidade, transmissão e treinador de seleção de base assistindo do que ir para um jogo considerado pelo clube como uma final de campeonato, mas que eles dificilmente serão utilizados.

Fonte: GE

Receba nossas notícias do Vasco pelo canal no telegram, acesse o link https://t.me/VascodaGamaoficial


Instale o Aplicativo do Vasco e fique por dentro de todas as notícias do Gigante da Colina

Você pode gostar...

Close