Pec evolui e se coloca em igualdade de disputa com Talles no Vasco


Curta nossa página e saiba de tudo sobre o Vasco!

Gabriel Pec tem entrado bem no segundo tempo e pode se tornar titular no lugar de Talles Magno no Vasco - Rafael Ribeiro / Vasco

Aos 19 anos, Gabriel Pec tem vivido sua rotina intensamente no Vasco. Na base, subiu para o sub-20 de maneira precoce. Efeito que se repetiu quando foi efetivado ao profissional. No time de cima, porém, oscilou e preferiu descer um degrau novamente. Entre os jogadores de idade próxima mais uma vez, foi campeão carioca e da Copa do Brasil da categoria e se destacou. Acabou pinçado por Vanderlei Luxemburgo e, agora, se mostra evoluído e pedindo passagem na equipe, numa disputa já em pé de igualdade com outro cria da Colina: Talles Magno.

Mais rodado entre os profissionais, Talles conta com a confiança de Luxa. O treinador, inicialmente, entendia que o momento era o de prestigiar o atacante e ter paciência para não “queimar” uma promessa do clube. No entanto, após o empate em 0 a 0 com o Bahia, no último domingo (31), deixou claro que possui uma dúvida em relação aos garotos já para o clássico de amanhã (4), contra o Flamengo, no Maracanã.

“De repente posso começar com o Pec, ou posso começar com o Talles, é uma decisão que eu tenho de tomar para esse jogo”, declarou.

Com mais que o dobro de jogos no Campeonato Brasileiro que seu companheiro, Talles Magno, de 18 anos, possui números superiores aos do seu companheiro considerando as médias dos fundamentos — segundo o Footstats. No entanto, Pec tem entrado bem no segundo tempo das partidas e já há um movimento nas redes sociais para que o jovem se torne titular.



Na avaliação de Luxa, o atacante tem de conquistar sua vaga na equipe de maneira natural, sem pressão.

“As pessoas esquecem que estou lidando com um patrimônio do clube. Lidando com um jovem de 18 anos. Outro de 19 anos. Então, tem todo um tempo. E eu tenho que preservar o patrimônio do clube, o ativo do clube, que tem potencial. Assim como o Flamengo fez com o Vinícius Júnior, assim como outros fizeram. O Vasco precisa sair desse momento difícil e se reencontrar com sua tradição, com sua grandeza. O clube revelava grandes jogadores e vendia muito bem. Então, não pode se queimar jogadores porque alguém quer a presença dele em campo. Esse alguém vai ser o mesmo que vai querer outro. Temos que ter paciência. Se eu achar que o Pec vai jogar, ele vai jogar. Temos que ter calma”, disse o treinador na semana passada.

Luxa efetivou os dois jovens

Coincidentemente, foi Luxemburgo que efetivou aos profissionais Talles Magno e Gabriel Pec. Ambos tiveram suas oportunidades iniciais em 2019, na primeira passagem do treinador como técnico do Vasco.

Talles, desde então, se manteve no time de cima. Já Pec, no segundo semestre do ano passado, preferiu voltar para o sub-20, já que não vinha tendo oportunidades com o então comandante português Ricardo Sá Pinto.

Na categoria inferior, tornou-se um dos principais destaques nos títulos carioca e da Copa do Brasil.

Pec ganha massa muscular

Chamado — em tom de brincadeira — de “filé de borboleta” por Luxemburgo, Pec tem recebido trabalho especial da fisiologia, nutrição e preparação física. O jovem ganhou quatro quilos de massa muscular desde o início do projeto e agora se encontra mais resistente para as divididas com os marcadores. A informação inicial de sua evolução corporal foi dada pelo “ge” e confirmada pelo UOL Esporte.

Talles Magno x Gabriel Pec no Brasileirão

Jogos – Talles: 29 / Pec: 12

Gols – Talles: 3 / Pec: 1

Assistências – Talles: 3 / Pec: 0

Média de passes certos – Talles: 19 / Pec: 6,3

Média de passes errados – Talles: 3,5 / Pec: 1,1

Média de finalizações – Talles: 1,1 / Pec: 0,6

Média de desarmes – Talles: 1,3 / Pec: 0,8

Média de dribles – Talles: 1,2 / Pec: 0,5

Cartões amarelos – Talles: 4 / Pec: 2

Cartões vermelhos – Talles: 1 / Pec: 0

*Dados retirados do Footstats
Fonte: UOL

Você pode gostar...

Close