BBB 21: Mãe conta que Gil já foi noivo de duas mulheres



Gilberto e a mãe, Jacira (Foto: Arquivo pessoal)

Já em seu vídeo de apresentação para o “Big Brother Brasil” 21, Gilberto fez questão de deixar clara a orientação sexual. “Eu sou bicha, e o que é que tem? Você tem que ser feliz do jeito que é”, disse o economista. Mas, de acordo com a mãe do participante, Jacira, nem sempre foi assim. Ele sofreu durante anos com a homofobia e, inclusive, buscou uma suposta cura para homossexualidade na religião:

– Quando ele tinha cerca de 10 anos de idade, nós passávamos por uma grande dificuldade financeira. Foi aí que eu conheci dois missionários e acabei entrando para a Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias. Meus filhos foram batizados lá e se tornaram mórmons. Na religião, eles ensinam que a atração por pessoas do mesmo sexo é uma provação e que é algo que passa depois do casamento.

Segunda ela, Gilberto decidiu, então, mergulhar na religião para tentar apagar o desejo por homens e inclusive trancou a faculdade:

– Eu me afastei da igreja há alguns anos por não concordar com alguns posicionamentos. Fui totalmente contra, mas ele trancou a faculdade e foi para São Paulo numa missão religiosa. Ganhou até certificado. Mas continuou sendo homossexual, porque ele é assim, não tem o que curar. Não é uma doença. Ele chegou a ser noivo de duas mulheres, mas não deu certo.

Segundo Jacira, foi só há alguns meses que o filho decidiu assumir a homossexualidade:

– Fiquei muito feliz em vê-lo gritando “Sou bicha”. Ele sofreu demais esses anos por não se aceitar. Também foi vítima de muito preconceito dentro da igreja.

Fonte: Blog da Patrícia Kogut

Você pode gostar...

Close