PC investiga confusão em lanchas que terminou com arquiteta espancada



A partir desta terça-feira (05), policiais civis da delegacia de Angra dos Reis (166ªDP), na Costa Verde, começam a colher depoimentos dos envolvidos na confusão que terminou com uma arquiteta espancada. Sheila Gomes Richa, de 30 anos, teve vários ferimentos no rosto. O caso aconteceu no fim da tarde da última sexta-feira (01) na Ilha do Dentista, também em Angra.



Segundo o delegado que investiga o caso, Vilson de Almeida, a principal hipótese é que a confusão teria começado com agressões verbais entre duas mulheres, uma em cada embarcação, que evoluiu para agressão física. A arquiteta acusa Jéssica Flores de ter iniciado a briga com socos e pontapés. Jéssica nega as acusações. Segundo ela, a arquiteta invadiu a lancha onde estava e foi atingida primeiro por um copo de bebida.

Familiares das duas também se envolveram na confusão e vão prestar esclarecimentos à polícia.

Fonte: Super Rádio Tupi

Você pode gostar...

Close