Vacina: Califórnia apura reações alérgicas e pede pausa




Vacinação em San José, na Califórnia, em dezembro Foto: Anadolu Agency / Anadolu Agency via Getty Images

O Departamento de Saúde Pública da Califórnia recomendou a interrupção temporária da distribuição de um lote da vacina da Moderna após uma quantidade de pessoas “maior que o usual” apresentar sinais de uma possível reação alérgica. Autoridades de saúde dos Estados Unidos já investigam os casos, observados em uma clínica de San Diego. Especialista consultado por ÉPOCA afirma que vários fatores podem influenciar, desde a conservação até a técnica de aplicação.

Até o momento, mais de 330 mil doses do lote foram distribuídas para 287 pontos de vacinação na Califórnia. Segundo a Moderna, 37 estados diferentes receberam cargas do mesmo lote, num total de 1,2 milhão de doses, mas não há registros de efeitos adversos em outras localidades.



Em nota, a epidemiologista-chefe do estado, Erica Pan, afirmou que fez a recomendação “por extrema cautela”, depois que algumas pessoas imunizadas na mesma unidade médica tiveram possíveis indícios de reações alérgicas severas – quando um paciente precisa ir ao hospital ou ser tratado com epinefrina, conforme o Centro de Controle e Prevenção de Doenças.

“Um número maior do que o normal de possíveis reações alérgicas foi relatado com um lote específico da vacina Moderna administrada em uma clínica de vacinação da comunidade. Menos de 10 indivíduos necessitaram de atenção médica durante o período de 24 horas”, diz a nota assinada por Pan.

Fonte: Época

Você pode gostar...