Federação colombiana anuncia cancelamento de Sul-Americano sub-20



Bruno Gomes, jogador do Vasco atuando pela seleção Brasileira, sub-20

O Sul-Americano sub-20, programado para ocorrer em fevereiro na Colômbia, foi cancelado pela Federação Colombiana de Futebol nesta quarta-feira (23). Em comunicado, os organizadores dizem que a decisão foi tomada por causa da pandemia do novo coronavírus.

Inicialmente, a Conmebol cogitou adiar a competição para o segundo semestre de 2021, mas uma reunião ocorrida há dois dias decidiu pelo cancelamento para atender as recomendações dos agentes de saúde da Colômbia e também dos países participantes.

O torneio teria como sede as cidades de Manizales, Armenia, Pereira e Ibagué, todas sofrem com a COVID-19. Além disso, as delegações participantes poderiam ter membros infectados, além de possibilitarem que o vírus circulasse ainda mais.

Para o futebol brasileiro, a notícia pode até ser encarada positivamente por outro motivo. Em um ano com as datas comprometidas por causa da pandemia, os clubes nacionais já estavam se queixando com a CBF temendo perder jogadores convocados.



Caso o Sul-Americano sub-20 não fosse cancelado, os clubes que tivessem atletas convocados poderiam perdê-los por até quatro rodadas do Campeonato Brasileiro. Os finalistas da Copa do Brasil seriam ainda mais prejudicados.

Por ser um torneio de base, os clubes podem se recusar a ceder seus atletas. O que acaba revelando-se um problema. Afinal o jovem perde a chance de defender a seleção brasileira e ganhar experiência e os dirigentes cria, rusgas com a CBF.

“Volto a falar que a seleção brasileira sub-20 é a seleção do Brasil. Os clubes têm que se sentir representados, a gente tem que conseguir formar seleção forte. É o trabalho de formação de todos os clubes do Brasil que está em jogo. Não é a seleção da CBF, nem do Jardine”, disse o técnico André Jardine, no último dia 16, em preparação para o torneio que agora foi cancelado.

Fonte: ESPN.com.br

Você pode gostar...

Close