Supremo dos EUA autoriza as primeiras execuções federais em 17 anos



Daniel Lewis Lee, executado nesta terça-feira por um triplo assassinato, durante uma audiência em Arkansas, em 1997.

Daniel Lewis Lee, executado nesta terça-feira por um triplo assassinato, durante uma audiência em Arkansas, em 1997.DAN PIERCE / AP

O Departamento de Justiça da era Donald Trump realizou nesta terça-feira a primeira execução federal em 17 anos. A Suprema Corte autorizou de madrugada quatro execuções federais que haviam sido adiadas por uma intensa batalha legal. Entre elas, a de Daniel Lewis Lee, de 47 anos. Poucas horas após a decisão do tribunal, às 8h07, ele foi declarado morto depois de receber uma injeção letal. “Cometi muitos erros em minha vida, mas não sou um assassino”, disse o preso em seu pronunciamento final. “Vocês estão matando um homem inocente”, acrescentou. Lee foi condenado em 1999 por assassinar três membros de uma família de Indiana, incluindo uma menina de oito anos. Os parentes das vítimas pediram que o assassino recebesse a pena de prisão perpétua, mas não a execução.

Com informações do EL PAIS

Você pode gostar...