Motorista é agredido e morto após negar entrada de passageiros sem máscara



Um motorista de ônibus foi declarado em morte cerebral na França depois de ter sido agredido por pessoas que ele não permitiu que entrassem no veículo porque estavam sem máscaras, que têm uso obrigatório nos transportes públicos do país para evitar a propagação do coronavírus.

Vários colegas de profissão da região paralisaram o serviço de ônibus nesta segunda-feira (6) em protesto contra o ataque brutal.

Um dos agressores foi detido e os demais estão foragidos, informou à AFP uma fonte policial da cidade de Bayonne (sudoeste), onde aconteceu a agressão.

Com informações G1.com

Você pode gostar...