Médico é suspeito de espancar trans após ter fetiche negado

O médico preso suspeito de agredir uma transexual durante um programa tentou chutar a vítima na portaria do motel, enquanto ela tentava fazer imagens do homem. O cliente ficou agressivo após a transexual, de 24 anos, recusar um fetiche que excedia o combinado antes do programa, segundo a Polícia Civil. A vítima decidiu interromper o atendimento, motivo que provocou a fúria no médico, de 39 anos, que acabou quebrando o nariz da transexual na agressão. Ela teve ainda um corte no supercílio e outros machucados no rosto.

Com G1.com e Sbt

Vídeo: Jovem surda é agredida por companheiro e relata que foi vítima de estupro

Termina hoje prazo para inscrições no ProUni

Itália: vírus foi causa direta de 89% das mortes por covid-19

Brasil bate 2 milhões de casos em pior dia de mortes no mês

Você pode gostar...