Menina de Canoas comemora 20 meses sem crises de epilepsia após uso medicinal da maconha - ValeSeuClick.com - Notícias do mundo inteiro, em tempo real

Menina de Canoas comemora 20 meses sem crises de epilepsia após uso medicinal da maconha



Caroline Pereira da Silva, de 10 anos, com uma muda de maconha e um cartaz onde explica como o uso diário do óleo artesanal mudou a sua vida. — Foto: Arquivo pessoal

Caroline Pereira da Silva, de 10 anos, com uma muda de maconha e um cartaz onde explica como o uso diário do óleo artesanal mudou a sua vida. — Foto: Arquivo pessoal

A pequena Caroline Pereira da Silva, de 10 anos, comemora 20 meses sem convulsões, provocadas pela síndrome de Dravet.

Tudo isso foi possível graças ao uso do óleo natural extraído da maconha para controlar crises de epilepsia provocadas pela doença. Caroline chegou a ter 50 crises por dia antes do uso do Canabidiol, o cultivo da planta é feito no quintal da casa da família desde 2019 e tem autorização judicial.

“Nessa quarentena, com mais tempo, a gente está tendo tempo pra ver os avanços dela. Nos chama muito a atenção que ela está correndo, antes ela não brincava. Deu nome para as bonecas, tira febre, diz que não aguenta mais o coronavírus, que quer sair pra passear. Hoje, ela tem noção de tudo que está acontecendo. Jamais imaginamos isso”, conta a mãe Liane Pereira.

“Com o óleo artesanal ela não tem mais crises. Teve muitos avanços, ela consegue se alimentar só pela boca. Nós doamos a cadeira de rodas dela porque não usa mais. Consegue caminhar, conseguimos tirar as fraldas também. Hoje em dia ela brinca, conversa, tudo o que não fazia antes.”

Além disso, a quantidade de anticonvulsivos também diminuiu. Antes do uso da maconha eram cinco, agora Carol precisa de apenas um.

Com informações do G1.com

Você pode gostar...