Por dívida, Justiça ordena que Vasco só transfira jogadores após depósito de 5% do valor



Alexandre Campello, presidente do Vasco — Foto: ReproduçãoAlexandre Campello, presidente do Vasco — Foto: Reprodução

Alexandre Campello, presidente do Vasco — Foto: Reprodução

O juiz Carlos Sérgio dos Santos Saraiva, da 42ª Vara Cível, determinou que a Federação de Futebol do Estado do Rio de Janeiro (Ferj) e a Confederação Brasileira de Futebol (CBF) só permitam qualquer transferência de atletas do Vasco para outros clubes mediante depósito de 5% do valor da transação em juízo.


A decisão foi tomada em uma ação de execução de uma dívida de R$ 3.517.776,64 do clube com a Biosanear Serviços Eireli-ME. A informação foi inicialmente divulgada pelo diário Lance. CBF e Ferj deverão ser notificados, bem como o clube.

Diz a decisão: “”Buscando conferir efetividade à medida constritiva deferida nestes autos (fls. 265/266 e fl. 740), retifiquem-se os ofícios encaminhados à Federação de Futebol do Estado do Rio de Janeiro – FFERJ (fl. 748) e à Confederação Brasileira de Futebol – CBF (fl. 749), determinando o bloqueio de transferências de quaisquer atletas do Vasco para outros clubes, gravame que deverá ser anotado nos sistemas de gestão CBF e FIFA TMS, até ulterior autorização deste juízo, que somente será emitida após a comprovação, nos autos, de depósito judicial equivalente a 5% (cinco) do valor auferido pelo executado nas respectivas operações econômicas”.

O clube foi consultado, mas não se pronunciou até a publicação desta reportagem.

Fonte: Globoesporte.com

Instale o Aplicativo do Vasco e fique por dentro de todas as notícias do Gigante da Colina

Você pode gostar...