Lembre os cinco jogos em que Werley e Ricardo Graça atuaram juntos - ValeSeuClick.com - Notícias do mundo inteiro, em tempo real

Lembre os cinco jogos em que Werley e Ricardo Graça atuaram juntos




Com o provável desfalque de Leandro Castan, Ricardo Graça é o iminente substituto para o jogo contra o Bangu. Na semifinal do Campeonato Carioca, o zagueiro de 22 anos deverá ser o escolhido para compor o miolo de zaga com Werley. Foram poucas as vezes em que a nova dupla esteve presente. Desafio para entrosar rapidamente.

– O Ricardo é canhoto como o Castan. É um jogador técnico, rápido. Nós aqui temos a felicidade de todos os nosso zagueiros terem boa velocidade. Isso facilita no jogo de hoje, no jeito que o Alberto gosta de jogar, com uma linha um pouco mais alta. Está todo mundo preparado – disse Werley, em coletiva.

Madureira 1 x 3 Vasco – 10/3/2018

A primeira vez que Werley e Ricardo Graça estiveram juntos em campo foi no Campeonato Carioca do ano passado. Na ocasião, ambos começaram jogando e o Cruz-Maltino foi vazado apenas uma vez na partida em Moça Bonita.

Vasco 0 (3) X (4) 1 Botafogo – 8/4/2018

Final do Carioca-2018 (Foto: Paulo Fernandes/Vasco.com.br)


Já no segundo jogo da final estadual de 2018, Werley começou, mas Ricardo, não. Este entrou aos 38 minutos do segundo tempo, somente para compor a linha defensiva contra o ímpeto final do Botafogo. Não adiantou. Nos acréscimos, o Glorioso marcou o gol que levou a disputa para os pênaltis, e o time de São Januário ficou com o vice-campeonato.

Vasco 1 x 0 Paraná – 30/5/2018

O Vasco venceu o Paraná em 2018 (Paulo Fernandes/Vasco.com.br)

A terceira ocasião foi em São Januário. Contra o Paraná – que seria rebaixado naquele Campeonato Brasileiro – a equipe vascaína venceu e não precisou buscar nenhuma bola no fundo do gol. Novamente os dois começaram jogando a partida.

Ceará 0 X 0 Vasco – 2/18/2018

A defesa resistiu ao ataque do Vozão (Carlos Gregorio Jr/Vasco)

Werley iniciou o duelo válido pela última rodada do Campeonato Brasileiro. O Cruz-Maltino ainda tinha risco de rebaixamento, mas conseguiu sustentar o 0 a 0 e permaneceu na elite nacional. Aos 28 minutos da etapa final, Ricardo Graça entrou no lugar de Willian Maranhão – volante que já estava improvisado de lateral-esquerdo – para ajudar a segurar o ímpeto do Vozão, que buscava um gol para a classificação à Copa Sul-Americana.

31/3/2019 – Vasco 1 (1) X (3) Flamengo

Retaguarda vacilou no último domingo (Alexandre Vidal/Flamengo)

A presença mais recente de Werley e Ricardo Graça juntos foi no último domingo. Foi quando Leandro Castan se lesionou e precisou deixar a partida ainda no primeiro quarto da final da Taça Rio. A equipe suportava a pressão dos reservas do Flamengo até os acréscimos da segunda etapa, mas sucumbiu e não levou a taça.

Fonte: Terra.com


Instale o Aplicativo do Vasco e fique por dentro de todas as notícias do Gigante da Colina

Você pode gostar...