Campello diz que vai jogar clássicos em São Januário se cessão do Maracanã não for revertida na Justiça




Campello é cercado por jornalistas na chegada à CBF

O presidente do Vasco, Alexandre Campello, disse que o time não atua mais no Maracanã quando tiver mando de campo. O dirigente vascaíno voltou a expressar descontentamento com a cessão do antigo Maior do Mundo à dupla Fla-Flu, pelo governo do estado.

– Acho indevido dar ao Flamengo e ao Fluminense a gestão do Maracanã. É um aparelho do povo, deveria ser colocado em prol do futebol e atendendo a todos os clubes do Rio. Achamos muito estranho como isso aconteceu e vamos contestar na Justiça. Sendo mantida essa decisão, o Vasco mandará todos os seus jogos em São Januário – avisou Campello, na chegada à CBF para a posse de Rogério Caboclo.



Sobre a primeira final do Campeonato Carioca, marcada para este domingo (14), às 16h, Campello disse que aguarda a resposta da Federação de Futebol do Estado do Rio de Janeiro. O mando de campo da primeira partida da finalíssima contra o Flamengo é vascaíno.

– O Vasco indicou o Nilton Santos como seu campo, uma vez que o jogo é de mando do Vasco. Entendo que é só uma questão burocrática. Tanto o Maracanã quanto o Nilton Santos estão habilitados para serem palco da final. A própria Federação havia declarado que se a final fosse entre Vasco e Fluminense o jogo não seria no Maracanã. Não vejo impedimento nenhum para o jogo acontecer no Nilton Santos – disse o presidente do Vasco.

Fonte: GloboEsporte.com


Instale o Aplicativo do Vasco e fique por dentro de todas as notícias do Gigante da Colina

Você pode gostar...