Ex-jogador é acusado de matar e esquartejar a irmã para ficar com herança - ValeSeuClick.com - Notícias do mundo inteiro, em tempo real

Ex-jogador é acusado de matar e esquartejar a irmã para ficar com herança




O ex-jogador de futebol Luis Antonio de Medeiros Senna, de 45 anos, é acusado de matar e esquartejar a irmã Samura Sento Sé Braz para ficar sozinho com a herança que a mãe deixou para ambos.

Depois de cometer o assassinato, Senna teria esquartejado a vítima e tentado esconder o corpo, de acordo com o relatório da Delegacia de Descoberta de Paradeiros do Rio de Janeiro.

Luis Antonio teve a prisão decretada depois que a polícia descobriu que ele fez um empréstimo de R$ 11 mil para fugir do Rio. Ele agora é considerado foragido.

De acordo com a investigação, tanto Luis Antonio quanto Samura eram filhos adotivos de Antônia Sento Sé Senna, que morreu em 2014. Os três moravam juntos em um mesmo imóvel e o ex-jogador teria ficado inconformado pelo fato de a casa ter ficado no nome da irmã. As brigas entre os dois seriam constantes por causa disso.


O apelido de Luis Antonio como jogador era Sairu . Ele jogava como atacante teve uma carreira discreta com passagens por Portuguesa-RJ e Bangu. Nesse último clube, ele fez dez jogos entre 1995 e 1996 e não marcou gols. Ele foi contemporâneo no time do atacante Sorato, com passagens por Vasco, Palmeiras e Botafogo.

Fonte: YAHOO.COM



Instale o Aplicativo do Vasco e fique por dentro de todas as notícias do Gigante da Colina

Você pode gostar...