“Jean melhorado”: conheça Desábato, o argentino na mira do Vasco


– É um Jean melhorado.

A definição é de um membro da comissão técnica do Vasco, ao ser perguntado sobre Leandro Desábato. O argentino do Vélez está perto de fechar com o Cruz-Maltino e ser o primeiro reforço para 2018. No currículo, uma carreira inteira dedicada ao clube que o formou e características parecidas com Jean, titular da posição na atual temporada.


Desábato em ação pelo Vélez (Foto: Reprodução / Velez Sarsfield)

Desábato em ação pelo Vélez (Foto: Reprodução / Velez Sarsfield)


Nas avaliações internas do Vasco, Desábato é visto como um jogador de marcação forte, ao estilo de Jean, mas com melhor capacidade de passe. Em contato com o GloboEsporte.com, o volante se definiu de forma parecida.

– Sou um volante de contenção de muito bom pé (qualidade com a bola), sempre tendo saída de bola e buscando ser o equilíbrio da equipe. Estou muito animado e com muita vontade de jogar no Vasco – disse Desábato.


Desábato tem 27 anos e atuou toda a carreira no Velez Sarsfield (Foto: Reprodução / Velez Sarsfield)

Desábato tem 27 anos e atuou toda a carreira no Velez Sarsfield (Foto: Reprodução / Velez Sarsfield)

Para o repórter Gastón López, do jornal “Olé”, Desábato pode atuar em diversas funções no meio-campo.

– Desábato pode jogar tanto como volante central, como atuar por fora e ser organizador de jogo. Tem boa marcação, mas também sabe jogar com a bola e pode dar passes em profundidade para achar seus companheiros.


Experiência em Libertadores e “geladeira” no Vélez

A experiência na Libertadores foi outro fator levado em conta pela diretoria. O volante esteve nas campanhas do Vélez em 2012, 2013 e 2014.

– Desábato estreou no Vélez com 20 anos, numa equipe cheia de jogadores de nome. Mas o clube começou a utilizar jovens e, com curta idade, ele se converteu em peça-chave. Aos 27 anos, está mais maduro e entende melhor o tempo dos momentos da partida, o que pede cada jogada – analisou Gastón Lopez, repórter do jornal “Olé”.

Desábato disputa a bola com Bruno Mendes, do Atlético-PR, na Libertadores de 2014 (Foto: AFP)

Desábato disputa a bola com Bruno Mendes, do Atlético-PR, na Libertadores de 2014 (Foto: AFP)

Entre os torcedores do Vasco, causou desconfiança o fato de Desábato deixar o Vélez de graça no fim do contrato. O volante não jogou nas últimas partidas do Campeonato Argentino – seu clube luta contra o rebaixamento. De acordo com López, é justamente porque decidiu não renovar.

– Aqui, quando o jogador não renova o contrato, não o colocam para jogar. Ele estava bem, mas o Vélez está mal e luta contra o rebaixamento.

Acerto encaminhado


Desábato chega nesta quinta-feira ao Rio de Janeiro para realizar exames médicos e ter uma última conversa com a diretoria do Vasco. Restam detalhes contratuais para o acerto – especialmente a multa rescisória.

O jogador é visto pela diretoria cruz-maltina como uma boa oportunidade até mesmo de revenda num futuro, caso se destaque. O contrato oferecido pelo Vasco é de dois anos.

Primo homônimo

Desábato é primeiro de Leandro Desábato, zagueiro homônimo que atua no Estudiantes. O defensor ficou conhecido no Brasil ao ser preso em 2005, acusado por Grafite de racismo, após a partida entre Quilmes e São Paulo. Na ocasião, o argentino pagou fiança e foi liberado.

Fonte: Globoesporte.com


Você pode gostar...