Renato Gaúcho completa quatro anos como treinador do Grêmio



Renato Portaluppi, técnico , Grêmio

© Lucas Uebel

Nesta sexta-feira (18), Renato Portaluppi completa quatro anos à frente do Grêmio. É a terceira passagem do treinador pelo clube e a mais longeva, desde que foi campeão do mundo como jogador. A conquista de 1983, lhe valeu inclusive uma estátua em sua homenagem na esplanada da Arena do Tricolor Gaúcho, na capital Porto Alegre (RS). Apesar de ídolo, surgem cada vez mais críticas entre os torcedores e rumores de que mais um técnico pode perder o cargo no recém-iniciado Campeonato Brasileiro, independente do tempo e dos serviços prestados.
Curta a página do Valeseuclick.com e tenha acesso a todas as notícias

Covid-19: Ramon Menezes testa positivo e não comandará o Vasco por 10 dias

Tite anuncia convocados para início das Eliminatórias da Copa de 2022

Covid-19: CBF faz 36 denúncias ao STJD por quebra de protocolo; Vasco foi denunciado 2 vezes

SAIA DA CRISE: Ideias e cursos para ganhar dinheiro e ter sua própria renda
“Os próximos jogos contra o Fortaleza e o arquirrival Internacional pela Libertadores da América serão decisivos”, acredita Waldir Luiz, comentarista da Rádio Nacional. Ele destaca ainda a vitoriosa passagem de Renato pelo Imortal. “Em 2016, ganhou a Copa do Brasil, recuperando um time meio esfacelado. No ano seguinte, a Libertadores da América e, agora, levou o terceiro título consecutivo no estadual”.

Durante coletiva hoje (18), o presidente do clube Romildo Bolzan reiterou sua convicção no trabalho de Portaluppi. No entanto, o treinador foi enfático ao comentar as críticas recentes. “Se achar que estou atrapalhado, vou ser o primeiro a sair. Ainda mais no clube que amo, que me dedico há quatro anos. Quando não estiver me sentindo bem vou ser o primeiro a sair. Resolvo em dois minutos, afirmou.

Fonte: Agência Brasil

Você pode gostar...

Close