Neto Borges projeta jogo como lateral pelo Vasco: “Obediência tática é uma das minhas qualidades”


Contratado por empréstimo ao Genk-BEL para a disputa do Campeonato Brasileiro, Neto Borges teve de aguardar para fazer o primeiro jogo com a camisa do Vasco como lateral-esquerdo, sua posição de origem e onde ganhou destaque.

Depois de três partidas escalado no meio-campo por Ramon, a espera terminou: Neto será o lateral vascaíno contra o Athletico-PR neste domingo, às 18h, em São Januário. Henrique, que vem em boa fase e exercendo um papel defensivo importante, está suspenso.

Questionado se Ramon explorará mais o seu ponto forte, que é a ofensividade, ou se acredita que terá de fazer trabalho semelhante ao de Henrique, o baiano de 23 anos garantiu estar preparado para ambas as situações de jogo.

– O trabalho do Henrique tem sido bem feito. Eu tenho a responsabilidade de entrar e me adaptar ao posicionamento da equipe, caso o Ramon me escolha para exercer a função. Obediência tática é uma das minhas qualidades e, caso a oportunidade venha, as coisas vão fluir com meus companheiros.

Confira outros tópicos do papo com Neto:

 

Como se sente para o primeiro jogo em sua posição?

– Estou me sentindo bem. Pronto para ajudar o Vasco, caso o Ramon opte por mim no próximo jogo. Será uma partida complicada, mas temos que estar preparados. O Campeonato Brasileiro é uma competição muito dura e temos que manter o nosso bom nível das últimas rodadas.

Quais dificuldades sentiu dentro de campo nessa readaptação ao futebol brasileiro?

– O futebol brasileiro é muito competitivo e disputado. Jogos muito equilibrados e com bastante exigência física dos atletas. Estou cada vez me sentindo mais adaptado e pronto para ajudar o Vasco. O bom ambiente no clube também ajuda, porque estou sempre procurando pegar algumas coisas que possam me ajudar na base da conversa e posicionamento.

O que pode ser seu diferencial aqui no Brasil com o que aprendeu na Europa?

– Acredito que a disciplina tática que aprendi na Europa me ajudará bastante nessa minha vinda ao Vasco. Trabalhei bastante isso para tentar me tornar um lateral ainda mais completo dentro de campo. Sempre gostei de apoiar muito o ataque, mas é preciso ter também cuidados defensivos o tempo todo.

 

Qual sua autoavaliação de seus dois primeiros jogos?

– Acredito que ainda tenho algumas coisas a melhorar. Mas é tudo muito recente. Estou iniciando ainda a minha trajetória no Vasco. Agora é seguir o que o Ramon nos pedir para tentar um bom resultado contra o Athletico-PR. Caso ele me escolha, estarei pronto e motivado.

Fonte: GE

Receba nossas notícias do Vasco pelo canal no telegram, acesse o link https://t.me/VascodaGamaoficial


Instale o Aplicativo do Vasco e fique por dentro de todas as notícias do Gigante da Colina

Você pode gostar...

Close