Benítez fala sobre permanência: “Não estou pensando no que pode acontecer no futuro, só penso no momento do Vasco”


Um dos grandes destaques do Vasco em 2020, o meia Martín Benítez concedeu coletiva na noite desta quinta-feira. Emprestado pelo Independiente até dezembro, ele é uma das prioridades da diretoria vascaína. Ele, porém, evitou fazer projeções sobre se terá seu contrato ampliado ou não.

– O jogador só tem como falar dentro de campo. Não tem outra forma. O único que tenho de fazer é jogar, falar dentro de campo e que estou à altura de um clube muito grande como o Brasil. Não estou pensando no que pode acontecer no futuro, só penso no momento do Vasco. É um momento lindo e que o Vasco não vivia há muito tempo. O Vasco vai para qualquer cidade para ganhar.

– Fomos a Santos com todas as dificuldades que tivemos, companheiros testando positivo para a Covid-19, e o Vasco mostrou que está vivendo um momento muito lindo. Gosto muito do Vasco, da torcida e da cidade. O jogador só pode falar em campo. Não posso falar que quero ficar muito tempo aqui e não mostrar em campo. Eu estou preparado para falar dentro de campo e nada mais.

– Eu sabia que só teria um ano de empréstimo aqui no Vasco, então me preparei muito para aproveitar essa oportunidade. Quando cheguei, eu estava machucado e não pude ajudar muito. Sabia que só tinha seis meses para mostrar o meu jogo e que o contrato se finaliza em dezembro. Então me preparei muito desde na parte mental aos treinos. Sabia que era uma oportunidade única e teria que aproveitar muito. Me preparei muito.

benítez, vasco — Foto: Rafael Ribeiro/Vasco

benítez, vasco — Foto: Rafael Ribeiro/Vasco

Confira outros tópicos:

Entrosamento com Cano dentro e fora de campo

– Além de ser uma ótima pessoa, ele me ajudou muito na adaptação ao Vasco. Ficamos muito tempo juntos, e as nossas esposas são muito amigas. Isso é muito importante para nós. Está sempre preparado para fazer os gols. E está sempre preparado para correr.

Carinho da torcida

– Trato de me identificar com o clube, porque recebo muito carinho dos torcedores. Em tudo que o Vasco chama a torcida, eles estão juntos. O Vasco tem muitos torcedores. Gosto muito do Vasco e dos torcedores.

Apoio de Ramon

– Ramon é muito bom treinador, se preparou muito para esse momento. Esse momento que vive o Vasco não é casualidade. Ele se preparou para isso. É uma pessoa que ama muito o Vasco. Ele dá tudo ao Vasco. Ele dá muito confiança em todos os treinos. É muito importante para os jogadores o que Ramon está fazendo no Vasco. Me deu muita confiança nas bolas paradas. É muito importante.

Grupo forte

– Não são só os 11 que jogam no Vasco. Temos 30 a 35 jogadores. O futebol brasileiro é muito competitivo, e nós vamos precisar de todos. Ramon dá a mesma importância aos titulares e aos que não estão jogando. O que o Vasco fez ontem deu muito prazer. Muitos jogadores que não vinham jogando entraram em campo e nem sentiram a falta de ritmo.

Ausência da torcida

– É muito chato que o torcedor não esteja em campo. É muito importante para o jogador ver o torcedor apoiando, reagindo às jogadas. Estão fazendo muita falta, mas acredito que o elenco do Vasco está se identificando muito com o torcedor. Logo estaremos juntos, mas é preciso ter muita paciência.

Fonte: GE

Receba nossas notícias do Vasco pelo canal no telegram, acesse o link https://t.me/VascodaGamaoficial


Instale o Aplicativo do Vasco e fique por dentro de todas as notícias do Gigante da Colina

Você pode gostar...

Close