Torcedores criam campanha para que CT do Vasco se chame Moacyr Barbosa


A diretoria do Vasco da Gama pretende inaugurar o centro de treinamento do clube em agosto, mês em que o Cruz-Maltino completa 122 anos de fundação. As obras do CT estão sendo realizadas graças basicamente a doações de torcedores. O clube já arrecadou R$ 5,3 milhões dos R$ 7,4 milhões estimados para a fase 1 do complexo, que prevê a construção de dois campos e edificações para o time profissional. Além da contribuição financeira, torcedores vascaínos iniciaram uma campanha para batizar o local com o nome de um grandes ídolos da história do clube: o goleiro Moacyr Barbosa.

Barbosa defendeu o Vasco por quase 14 anos — Foto: Arquivo

Barbosa defendeu o Vasco por quase 14 anos — Foto: Arquivo

Os autores da iniciativa criaram um abaixo-assinado virtual, que deverá ser entregue ao presidente Alexandre Campello em julho. Até as 10h desta quinta-feira, a petição contava com quase 600 assinaturas.

Barbosa defendeu o Vasco por quase 14 anos, em duas passagens (de 1945 a 55 e de 1958 e 62). E foi o goleiro titular em uma das conquistas mais importantes do clube carioca: o título sul-americano em 1948, no Chile. Além de ter ganho seis vezes o Campeonato Carioca (1945, 47, 49, 50, 52 e 58).

Barbosa (primeiro à esquerda) com o time do Vasco que venceu o Sul-Americano de 1948 — Foto: Centro de Memória Vasco da Gama

Barbosa (primeiro à esquerda) com o time do Vasco que venceu o Sul-Americano de 1948 — Foto: Centro de Memória Vasco da Gama

O arqueiro defendeu a seleção brasileira em 22 partidas, ganhando a Copa América (então chamada de Campeonato Sul-Americano) em 1949, a Copa Roca de 45 e a Copa Rio Branco de 47 e 50. Mas acabou tendo o nome para sempre ligado à derrota para o Uruguai na Copa de 50.

Na opinião do jornalista Marcelo Guimarães, um dos criadores da campanha, Barbosa é o nome ideal para batizar o centro de treinamento por representar os ideais de igualdade que guiaram o Vasco da Gama desde a sua fundação.

– Homenagear o Barbosa não tem relação com o que ele sofreu após a derrota do Brasil na Copa de 50. Ele é um legítimo representante da história do Vasco, um clube que abriu as portas para negros e pobres e encarou o preconceito que existia no futebol, um esporte de elite até a primeira metade do século XX. Além disso, ele é um dos maiores goleiros da história do clube e fez parte de uma dos maiores times da história cruz-maltina, o Expresso da Vitória – afirma Guimarães.

O jornalista lembra que, com exceção de Pelé, nenhum estádio ou centro de treinamento no país foi batizado com o nome de um atleta negro.

– O Barbosa merece essa homenagem – garante.

A diretoria do Vasco pretende inaugurar a primeira etapa do CT em agosto — Foto: Rafael Ribeiro/Vasco

A diretoria do Vasco pretende inaugurar a primeira etapa do CT em agosto — Foto: Rafael Ribeiro/Vasco

A campanha conta com o apoio de Tereza Borba, filha de consideração de Barbosa, que ficou ao lado do ex-goleiro até o seu falecimento em 7 de abril de 2000, aos 79 anos.

– Agradeço a todos pelo carinho e respeito com o nosso goleiro magistral Moacyr Barbosa – afirmou Tereza, em mensagem aos organizadores da petição (confira os termos do abaixo-assinado neste link).

Fonte: Globoesporte.com


Instale o Aplicativo do Vasco e fique por dentro de todas as notícias do Gigante da Colina

Você pode gostar...

Close