TJD-RJ denuncia Bruno Silva, do Fluminense, por cuspir em direção a torcedores do Vasco




A cusparada de Bruno Silva em direção a torcedores do Vasco no clássico do último sábado em Brasília pode custar caro ao volante do Fluminense. Após analisar imagens de filmagens de torcedores que circularam nas redes sociais, a procuradoria do TJD-RJ decidiu denunciar o jogador pelo episódio. A previsão é que o julgamento ocorra no início da próxima semana.



Bruno Silva foi denunciado no artigo 258 combinado com o artigo 254-B do Código Brasileiro de Justiça Desportiva. Neste caso, a punição seria cumulativa, podendo chegar até 18 jogos. Como o jogador não é réu primário (foi punido por bolada em árbitro quando atuava no Botafogo), as chances de ser absolvido diminuem.

– A procuradoria tomou ciência através de imagens que circularam nas redes sociais, já elaborou a denúncia e a mesma será julgada na semana que vem – disse o procurador do TJD-RJ, André Valentim, ao GloboEsporte.com.

O que dizem os artigos:

Art. 258. Assumir qualquer conduta contrária à disciplina ou à ética desportiva não tipificada pelas demais regras deste Código.

PENA: suspensão de uma a seis partidas, provas ou equivalentes, se praticada por atleta, mesmo se suplente, treinador, médico ou membro da comissão técnica, e suspensão pelo prazo de quinze a cento e oitenta dias, se praticada por qualquer outra pessoa natural submetida a este Código.



Art. 254-B. Cuspir em outrem

PENA: suspensão de seis a doze partidas, provas ou equivalentes, se praticada por atleta, mesmo se suplente, treinador, médico ou membro da comissão técnica, e suspensão pelo prazo de trinta a cento e oitenta dias, se praticada por qualquer outra pessoa natural submetida a este Código.

Fonte: GloboEsporte.com



Você pode gostar...

Close